Daniel no Rádio




A operação 'Esforço Concentrado' realizou no final da tarde de quinta-feira (14) um bloqueio na BR-428, em frente ao Assentamento Alegre, na Zona Rural de Orocó, no Sertão de Pernambuco. Durante a abordagem a uma van de transporte de passageiros, que faz a linha Salgueiro-Petrolina, foi encontrado 19 quilos de maconha. A droga estava dentro de uma bolsa de uma das passageiras do veículo.

De acordo com a 2º Companhia Independente de Polícia Militar (2º CIPM), a mulher confessou que pegou a droga em Cabrobó e o destino seria na cidade onde reside, Salvador, no estado da Bahia. Ela foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó, junto com a droga, onde foi autuada em flagrante. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 15/09/2017 - 14:44:08  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.67/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.7/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Cinco pessoas envolvidas no estupro coletivo de duas meninas de 4 e 8 anos foram presas no município de Sertânia, no Sertão de Pernambuco, a mais de 300 quilômetros do Recife. O crime foi confirmado em exame sexológico realizado no Instituto de Medicina Legal (IML). Entre os suspeitos presos estão a mãe e o padrasto das crianças, além de dois irmãos dele e um sobrinho. De acordo com a polícia, os crimes "vinham sendo praticados de forma habitual". Segundo a polícia, a genitora também praticava a violência sexual e segurava as meninas para o marido.

A polícia estava investigando informes sobre os possíveis estupros desde a última semana, quando foram presos os dois primeiros suspeitos. A mãe, o padrasto e o tio foram detidos nesta quinta-feira (14), em cumprimento a mandados de prisão. As primeiras denuncias sobre os crimes chegaram a delegacia da cidade depois que parentes perceberam um comportamento estranho das meninas. O Ministério Público representou pela guarda das vitimas, que já estão abrigadas.

O delegado de Sertânia, Ubiratan Rocha Fernandes, contou que ainda está se certificando do período em que começaram as violências sexuais."Ainda não sabemos o tempo, mas certamente isso está acontecendo há mais de três meses", disse.

De acordo com o investigador, todos os estupros aconteciam com o apoio da mãe, que também molestava as filhas. "Normalmente, o padrasto praticava o ato sexual na presença da mulher e o sexo era coletivo dele com a mãe e as crianças. Os outros suspeitos praticavam individualmente", disse. Após a realização dos procedimentos legais, a mãe das meninas foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina de Buíque e os homens à cadeia pública de Sertânia. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 15/09/2017 - 11:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.3/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Polícia Militar de Pernambuco prendeu na Bomba do Hemetério, Zona Norte do Recife, um homem acusado de estupro de vulnerável na Paraíba, na tarde desta quarta-feira (13). Segundo a denúncia, Odmilson Barbosa da Silva, de 51 anos, padrasto de uma menina de 11 anos, a engravidou após estupro.

Odmilson esteve foragido desde que a gravidez foi revelada, em maio, e já tinha um mandado de prisão preventiva expedido pela 3ª Vara de Mangabeira, da Paraíba. Ele esteve, desde então, escondido na casa de um cunhado na capital pernambucana.

O homem morava com a mãe da menina, com quem tinha acabado de ter um filho, há cerca de dois anos. "Por ora, a mãe não vai passar por investigação, ela foi ouvida e não detectamos nenhum tipo de conivência com o ataque", afirmou a delegada Joana D'Arc Sampaio, da Delegacia de Crimes Contra a Infância, que ficou à frente das investigações na Paraíba. Ainda de acordo com ela, "o processo está pronto para seguir no judiciário" e as investigações foram concluídas.

A menina, que deu à luz um bebê no sábado, dia 9, passou mais de seis meses sendo abusada. Ela passou por complicações no parto, mas passa bem, assim como seu bebê. Ambos se encontram abrigados. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 14/09/2017 - 14:39:51  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.80/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (5 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O número de homicídios em Pernambuco aumentou no mês de julho em relação ao mês anterior: foram 447 crimes violentos letais intencionais (CVLI), ou média diária de 14,42 homicídios por dia, contra 12,67 em junho. No entanto, julho foi o segundo mês de 2017 com menos assassinatos, abaixo apenas de junho, quando foram 380 mortes.

Os casos de violência contra a mulher representam a maior redução nas estatísticas. O número de estupros caiu 40,54% em relação a junho - houve 5,1 estupros por dia em junho e 3,03/dia em julho. Também sofreram redução.

Houve ainda a queda de 11,26% nos registros de vítimas de violência doméstica e familiar: 74,52 casos/dia em julho contra 83,97 no mês anterior.

O secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, reforça que mais suspeitos foram presos em flagrante delito - foram 1.964 em julho contra 1.947 em junho. Na totalização do ano, foram 13 mil presos em flagrante, 1.355 deles, por homicídio.

Dos homicídios, 32% estavam ligados ao tráfico de drogas, 19% foram acerto de contas e 18,5% foram resultantes de conflitos na comunidade ou proximidade. Para Pádua, o investimento na segurança vai impactar na redução da criminalidade. São ações como aumento de rondas, criação de dois batalhões - Biesp e Bope - , renovação da frota e melhorias no parque tecnológico. E ainda investimentos na formação e ascensão profissional de servidores. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 16/08/2017 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (6 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Polícia Civil deve começar a coletar, nesta segunda-feira (7), depoimentos que ajudem a esclarecer o assassinato de um personal trainer em Petrolina, no Sertão do Estado. Cássio Eduardo Santos, 27 anos, foi morto com um tiro no pescoço quando caminhava pela rua em que morava, na Vila Eduardo, Zona Leste da cidade.

O crime ocorreu no início da noite do sábado (5), mas foi divulgado neste domingo (6) em um boletim do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM). A suspeita é de que o rapaz tenha sido vítima de uma tentativa de roubo e, por não ter entregado o celular aos criminosos, tenha sido baleado.

Conforme as primeiras investigações, a vítima havia saído para fazer uma compra em um ponto comercial próximo quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta. Depois de atirarem em Cássio, os criminosos fugiram sem levar nada. A Polícia Militar fez rondas na região, mas não localizou os suspeitos.

O rapaz ainda chegou a ser socorrido no Hospital Universitário, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dele foi sepultado na tarde deste domingo.

Além dos relatos que pretende coletar, a Polícia Civil tenta encontrar imagens de câmeras de edifícios que possam ter registrado o deslocamento dos atiradores antes ou depois do crime, já que imóveis situados no local da abordagem não tinham equipamentos de filmagem, e o ambiente estava sem iluminação. (Portal FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 06/08/2017 - 22:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.14/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.1/5 (14 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Enquanto circulava pela Orla II de Petrolina, uma guarnição da Guarda Civil Municipal (GCM) foi acionada por um homem que se declarou vítima de um roubo. Ele contou aos guardas-civis que estavam a bordo da viatura nº 07, que foi abordado por dois homens que levaram uma bolsa de costas depois de ameaçá-lo com uma faca tipo peixeira.

A fim de encontrar os supostos autores do crime, iniciou-se uma diligência que contou com o reforço do Grupamento Tático Motorizado (GTM), composto por 03 motos. Passavam das 16h do último domingo (02), quando os acusados foram encontrados e presos. Os dois, identificados como Tomé dos Anjos Gomes, de 33 anos e Igor Barreto dos Santos, de 26 anos, foram conduzidos à Delegacia da Polícia Civil do bairro Ouro Preto para que fossem tomadas as providências cabíveis.




Publicado por: Daniel Campos - 03/04/2017 - 15:45:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.45/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.5/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Após observar um grupo de pessoas em atitude suspeita, por volta das 15h30 desta quarta-feira (08), a guarnição do Grupamento Tático Motorizado (GTM) da Guarda Civil Municipal de Petrolina, realizou abordagem na Praça da Academia das Cidades, no bairro Gercino Coelho. Com um homem, identificado como William Douglas Rodrigues Siqueira, de 20 anos, morador do Jardim Maravilha aqui em Petrolina, foram encontradas, dentro de uma garrafa de água de bicicleta, 09 porções enroladas em saco plástico com uma substância esverdeada semelhante à maconha. Ele ainda possuía uma quantia de R$ 365,00 em espécie, além de um aparelho celular.

Em seguida, William foi conduzido para a delegacia da Polícia Civil do bairro Ouro Preto para que fossem tomadas as medidas que o caso requer. (Assessoria)




Publicado por: Daniel Campos - 09/03/2017 - 16:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.09/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.1/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Cerca de 20 bandidos participaram da explosão das agências do Banco do Brasil e dos Correios, neste sábado (7), em Afrânio, no Sertão de Pernambuco. Um grupo de oito pessoas que estava próximo ao local foi feito refém e só foram liberados horas depois. Na fuga, os assaltantes atiraram contra ocupantes de um carro e uma pessoa ficou ferida. Até o momento ninguém foi preso e a polícia não soube informar a quantia levada pelos suspeitos.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a ação dos bandidos ocorreu por volta das 1h, quando criminosos fortemente armados chegaram a cidade, renderam os policiais que estavam de plantão e deixaram um agente da Polícia Civil retido na delegacia. O grupo usou explosivos para ter acesso aos cofres. Com a explosão, as agências ficaram destruídas.

Na fuga, oito pessoas que estavam em um bar próximo ao local foram feitas reféns e só foram liberadas horas depois em uma estrada de acesso ao estado do Piauí. Para efitar perseguição policial os criminosos jogaram grampos na estrada. Ainda na saída da cidade os suspeitos atiraram contra ocupantes de um carro e um dos passageiros ficou ferido. A PM informou que a vítima foi socorrida e que não corre risco de morte.

Essa é a segunda vez que bandidos assaltam o local. Em 19 de janeiro de 2016 os caixa eletrônicos da agência do Banco do Brasil foram explodidos por quatro bandidos. O banco postal dos Correios também já tinha sido alvo dos bandidos. Em 25 de junho do ano passado eles cortaram fios de eletricidade e roubaram todo o dinheiro do cofre. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 07/01/2017 - 14:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.36/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.4/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco (5º BPM) prenderam nesta quarta-feira (21) um dos suspeitos de envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar, Valério Albuquerque, do estado do Rio de Janeiro. Mário Barbosa Paes, de 35 anos, foi pego em uma abordagem ao usar documentos falsos em Petrolina, no Sertão pernambucano.

De acordo com a polícia, o veículo do suspeito foi abordado pela manhã na Avenida Sete de Setembro em Petrolina. Ao levantar suspeitas, os policiais verificaram que os documentos apresentados eram falsos. Após um contato com a polícia do estado do Rio de Janeiro foi descoberto um Mandado de Prisão por latrocínio em seu desfavor.

O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Plantão do Ouro Preto, em Petrolina, para a adoção das medidas legais.

Mário Barbosa é suspeito de ter participação na morte do soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Valério Albuquerque, de 32 anos que foi morto em 3 de julho de 2014 quando estava de folga e transportava R$ 6 milhões de Cabo Frio para o Rio de Janeiro para uma empresa de valores. O carro em que ele e um outro policial reformado estavam, um Corolla blindado, foi abordado por assaltantes na RJ-124, a Via Lagos. Valério foi atingido com um tiro na cabeça e morreu no local. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 22/12/2016 - 07:30:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.25/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um grupo de criminosos assaltou e explodiu um carro-forte de uma empresa de transporte de valores, na noite desta terça-feira (18), na BR-116, entre os municípios de Salgueiro e Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. O valor em dinheiro levado pelos bandidos pode ultrapassar R$ 1 milhão, informou a Polícia Militar (PM). Durante a ação, um dos vigilantes da empresa ficou ferido, mas não corre risco de morte. Até o momento ninguém foi preso.

Segundo informações da polícia, os assaltantes estavam em uma caminhonete, quando ultrapassaram o carro-forte e dispararam tiros de metralhadora ponto 50, que estava armada em cima da carroceria do veículo.

Com os tiros, o motor do carro estourou e os vigilantes foram obrigados a correr para a Caatinga. Os bandidos usaram dinamites para explodir o carro-forte. De acordo com a Polícia Militar, o veículo tinha acabado de realizar a coleta de dinheiro no município de Cabrobó e o valor levado pelos assaltantes pode ultrapassar R$ 1 milhão. Na fuga, o grupo deixou cair maços de dinheiro que ficaram espalhados pela rodovia.

Com a explosão, um dos vigilantes se feriu com estilhaços de vidro, mas não corre risco de morte. Os bandidos colocaram fogo na caminhonete utilizada no assalto e fugiram em outro veículo. O Instituto de Criminalística de Petrolina esteve no local para fazer a perícia. Cápsulas deflagradas de metralhadora ponto 50 foram encontradas no local.

A Polícia Rodoviária Federal, o Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati), O Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi) e policiais civis estão na busca pelos bandidos. A Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó ficará responsável pelas investigações. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 19/10/2016 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.55/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O músico de 18 anos que foi detido por ameaça após se vestir de palhaço para assustar pessoas na cidade de Juazeiro, no norte da Bahia, falou que fez a brincadeira para ganhar curtidas em um canal de vídeos que criou e disse estar arrependido. Lucas Gustavo ficou por uma noite na delegacia da cidade após ser flagrado pela polícia, na madrugada de domingo (16), com um amigo, que também foi detido.

"A deia surgiu porque eu achei que, fazendo uma pegadinha desse estilo, ia ganhar uma grande visibilidade para o canal que eu tinha acabado de criar com finalidade de juntar um dinheiro", disse Lucas.

"Várias pessoas estão ganhando dinheiro com a criação de canal, fazendo vídeos. E como [a brincadeira do palhaço] está popular no exterior e também aqui no Brasil, eu acreditei que se fizesse essa pegadinha, a galera iria gostar. Dessa forma, o canal iria ter um grande número de inscritos e, a partir daí, eu poderia criar os meus testes sociais e meus vlogs", acrescentou.

O jovem ainda afirmou que não imaginou que a brincadeira fosse ter tanta repercussão. "Teve arrependimento porque eu não cheguei a pensar e nem imaginar que ia repercutir tanto assim o que eu fiz. O problema é que, agora, várias pessoas estão me exergando como um criminoso pesado. E não foi isso. Foi apenas uma pegadinha, uma brincadeira sem graça e que teve as consequências. Ir para a delegacia foi ruim demais, mas muitos acham que isso foi muito pouco", destacou. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 18/10/2016 - 21:16:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.58/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Uma plantação com quase cinco mil pés de maconha foi incinerada, nesta segunda-feira (10), em Belém do São Francisco, no Sertão de Pernambuco. A plantação foi encontrada na Ilha do Cachauí. Ninguém foi preso.

A operação 'Ribeirinha' foi deflagrada pelas Polícias Federal e Militar. No local foram encontrados 4.800 pés de maconha distribuídas em 800 covas. A plantação foi erradicada e incinerada no próprio local.

Os responsáveis pelo plantio não foram localizados. Mas, a polícia encontrou indícios de que os produtores teriam abandonado a plantação ao perceberem a chegada dos policiais. Uma amostra do entorpecente foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 11/10/2016 - 23:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Suspeita de tentar comprar um bebê de quatro meses do pai da criança, a professora Patrícia Mello Campos, de Miguelópolis (SP), diz que vem sendo ofendida e sofrendo ameaças após a repercussão do caso, mas alega que nunca teve a intenção de concretizar o negócio e vai provar isso à polícia.

"A minha vida acabou, a vida da minha família acabou, porque estou pagando por uma coisa que não devo. Eu não consigo sair de casa. Comentaram no Facebook que eu sou traficante de criança. Eu não devo, estou aqui, não vou fugir. A minha consciência está limpa", diz.

O crime foi descoberto na quinta-feira (6), quando o pai do bebê, o locutor Luciano Luiz de Carvalho, de 26 anos, foi preso em Campo Grande (MS), ao tentar embarcar com a mulher e o filho para São Paulo, onde a criança supostamente seria entregue por R$ 3 mil.

Patrícia, no entanto, nega que faria o pagamento e afirma que a única intenção era denunciar o caso. A professora explica que só manteve contato com o pai do menino pela internet a pedido de familiares dele, que, inclusive, foram avisados sobre o crime por ela. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 10/10/2016 - 09:44:30  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.54/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (13 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O 5º batalhão da Polícia Militar (5º BPM) registrou uma tentativa de homicídio na noite do último sábado (8), na Rua 38, no bairro Vila Eulália, na Zona Leste de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Dois homens não identificados efetuaram vários disparos de arma de fogo que atingiram três pessoas que estavam no local.

Entre as vítimas, um jovem de 29 anos, que foi atingido por três disparos, uma mulher de 55 anos que também foi baleada e um homem de 33 anos, que teve um tiro em uma nádega. Todos foram socorridas e levados para o Hospital Universitário (HU). O jovem encontra-se no bloco cirúrgico e outros estão fora de risco de morte.

Os criminosos fugiram em um veículo de cor branca e tomaram destino ignorado. A Polícia Civil investiga o caso. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 09/10/2016 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.60/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Uma idosa de 77 anos que estava desaparecida há seis dias foi encontrada morta, nesta segunda-feira (3), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O corpo foi localizado por populares dentro da Caatinga, próximo ao residencial Vivendas. A causa da morte ainda não foi esclarecida.

De acordo com informações da Polícia Militar o corpo estava em estado de decomposição. O Instituto de Criminalística (IC) esteve no local e após os procedimentos periciais removeu o corpo para o Instituto de Medicina Legal (IML). Até a manhã desta terça-feira (4), a necrópsia ainda não tinha sido realizada.

Familiares informaram que a idosa desapareceu por volta das 11h do dia 28 de setembro, quando ela saiu da Rua 7, do bairro Vila Marcela, Zona Leste de Petrolina. Segundo a família, a mulher foi vista circulando pelas ruas do bairro Areia Branca. No dia 30 de setembro os familiares foram à delegacia e registraram o boletim de ocorrência. A Polícia Civil estava investigando o caso.

"A gente tem, extraoficial, tanto o resultado do IML, como do IC e não há indícios de que a idosa tenha sido assassinada. Tudo indica que tenha sido uma morte acidental, ou natural no momento em que ela estava pedida. É o que apontam as investigações iniciais", disse o delegado Marceone Ferreira, responsável pelo caso. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 04/10/2016 - 12:01:20  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.85/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (13 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Polícia Militar de Petrolina confirmou após contato com a equipe do Blog, que duas mulheres foram encontradas mortas na manhã desta segunda-feira (5) em um matagal no Distrito Industrial de Petrolina.

Segundo informações, as jovens que estavam desaparecidas, apresentam sinais de perfurações pelo corpo e foram encontradas amarradas e nuas. Breve mais informações. (Blog Edenevaldo Alves)




Publicado por: Daniel Campos - 05/09/2016 - 12:41:38  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.77/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (22 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Parentes e amigos da família de Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, morta em dezembro do ano passado durante uma festa na escola onde estudava em Petrolina, no Sertão, realizaram um protesto no Recife, nesta terça-feira (19). Segundo a organização, 46 pessoas se reuniram na frente do Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, no bairro de Santo Antônio, Centro da capital, e depois saíram em passeata pelas ruas da cidade.

Os manifestantes chegaram ao palácio por volta das 10h. Duas horas depois, decidiram deixar a frente da sede do governo e passaram a caminhar pela Ponte Procesa Isabel, nas proximidades do palácio. A pista não foi bloqueada.

Eles levaram muitas faixas e cartazes, muitos deles com a foto da menina. Eles seguiram até a Avenida Guararapes e passaram a fazer um buzinaço. Batedores e agentes de trânsito foram para o local.

Em seguida, os manifestantes entraram na Avenida Conde da Boa Vista. Ocuparam parte da via, um dos principais corredores de ônibus da cidade. O trânsito complicou na área. O grupo também percorreu parte da Rua da Aurora. Depois da passeata, os parentes da garota voltaram para a frente do palácio do governo, onde o ato começou. A caminhada durou quase duas horas.
Como o perímetro de segurança no entorno do Palácio das Princesas foi ampliado, os manifestantes não puderam ficar na frente dos portões principais. Por isso, decidiram sentar no asfalto da Ponte Princesa Isabel, ao lado da sede do governo, parando o tráfego. Revoltados, exigem falar com o governador.

Por volta das 13h30, os manifestantes deixaram a ponte e o trânsito foi liberado. Os parentes e amigos de Beatriz passaram a ocupar uma área nas proximidades do Teatro de Santa Isabel, bem perto do palácio. Eles tentaram se abrigar da chuva que começou a cair na região central do Recife.

Exigências
O grupo pede agilidade nas investigações, que começaram há sete meses até agora não identificaram nenhum suspeito. Eles também reivindicam mais investimentos na segurança pública do estado e querem uma reunião com o governador Paulo Câmara, que não está no local.

A assessoria de comunicação do governo informou que os manifestantes serão recebidos pelo secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, pelo secretário da Casa Civil, Marcelo Canuto, e pelo chefe da Polícia Civil, Antônio Barros.

A administradora do grupo e amiga da família, Denilíria Amorim Cavalcante, disse que trouxe um abaixo-assinado com quase 20 mil assinaturas. "Só vamos entregar nas mãos do governador. Não quero desmerecer o trabalho dos secretários, mas nosso objetivo é falar com o governador", afirmou.

A madrinha de Beatriz, Michelle Chaves, reforçou o pedido para que o caso passe a ser investigado pela Polícia Civil da Bahia. "Eles têm equipamentos que podem ajudar. Por quê? O que é que está faltando? Dinheiro? Não. Vontade? Invista, governador, o nosso dinheiro. Já estamos formalizando (a solicitação)", declarou.

Os manifestantes saíram de Petrolina e Juazeiro (BA) por volta das 22h de segunda-feira (18) e chegaram à capital às 10h desta terça, totalizando 12 horas de viagem de ônibus. "Nós temos sede de justiça. Nós não queremos conviver com a pessoa que fez isso. Nós não queremos que ela viva no meio da sociedade e que faça isso de novo", ressaltou Denilíria. Ela disse que os pais da menina estão dentro do ônibus. Eles não estavam se sentiram bem durante a viagem. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 19/07/2016 - 13:55:33  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.40/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.4/5 (15 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



As pessoas que tiveram celulares furtados ou roubados no São João de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, podem reaver os aparelhos na Diretoria Integrada do Interior (Dinter 2), no bairro Cohab Massangano, Zona Oeste da cidade. Para fazer a restituição é preciso levar um documento de identificação.

O Gestor de Controle Operacional do Interior 2, o delegado Lamartine Fontes, informou que todos os aparelhos que estavam na Delegacia de Floresta foram encaminhados para Petrolina e estão sendo restituídos aos donos.

"Para recuperar o aparelho o proprietário deve trazer a nota fiscal ou a caixa do aparelho. Vamos fazer a ouvida, onde a pessoa vai contar como perdeu o celular, como foi furtada. Depois fazemos o auto de restituição para fazer a devolução", explicou.

Ainda de acordo com Lamartine, para que não tem mais a nota fiscal, a identificação pode ser feita de outra forma. "Se o celular estiver bloqueado e a pessoa conseguir desbloquear, vamos ver se tem fotos no aparelho que ajudem a presumir que aquela pessoa é a proprietária do celular. Olhamos também a lista de contatos, que pode ajudar na identificação", alertou.

A Dinter 2 fica na Avenida Dr. Ulisses Guimarães - S/N, no bairro Cohab Massangano, Zona Oeste da cidade. O horário de funcionamento é das 9h às 12h e das 14h às 17h. As vítimas podem obter mais informações através do telefone (87) 3866.6224. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 07/07/2016 - 16:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.79/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (14 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



No dia (05), por volta das 22h00min, Policiais Militares do 5ºBPM, quando realizavam patrulhamento, no bairro Vale do Grande Rio, se depararam com dois indivíduos em uma motocicleta. Sendo que eles ao avistarem a viatura, empreenderam fuga, tomando destino ignorado, deixando cair, uma arma de fogo curta, de fabricação caseira. Os indivíduos não foram localizados e a arma foi entregue na Delegacia de Plantão. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 07/07/2016 - 07:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.62/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (13 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Polícia Federal em Pernambuco (PF) divulgou neste domingo (3) o balanço final das apreensões feitas durante a Operação Sépsis, a 31ª etapa da Operação lava Jato, deflagrada na sexta-feira (1º), no Grande Recife. Na lista de materiais recolhidos, estão papéis referentes a investimentos no exterior e bancários, seis celulares, seis computadores, 16 pendrives, dois cartões de memória, além de documentos da empresa de logística Cone S/A, que tem como um dos investidores o Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS).

Logo depois do encerramento das ações da Operação Sépsis, ainda na sexta-feira, a PF já tinha divulgado a apreensão de R$ 330 mil em moedas estrangeiras (dólares, libras e euros). Todo esse material estava em apartamentos de luxo na Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, onde residem dois empresários: Marcos José Roberto Moura Dubeux, um dos donos da Construtora Moura Dubeux, e o filho dele, Marcos Roberto Bezerra de Mello Moura Dubeux, presidente da Cone S/A, localizada no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 03/07/2016 - 19:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.55/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



«Primeira «Recentes [1] 2 3 4 5 ... Antigas» Última»