Daniel no Rádio




Depois de garantir a requalificação de um dos principais equipamentos turísticos da cidade, o bodódromo, a Prefeitura de Petrolina discute agora a ampliação do local. A ideia é utilizar o espaço onde hoje se localiza a sede da Associação dos Moradores da Areia Branca. Por isso, diretores da entidade e representantes da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes se reuniram para conhecer o projeto de expansão da área do bodódromo, apresentado pela Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade (SEINFRAHM), na quinta-feira (11).

A ampliação será possível uma vez que, além dos R$ 1,3 milhões garantidos em parceria com a Codevasf, através da emenda parlamentar do deputado federal Guilherme Coelho, novos recursos foram sinalizados pelo Ministério do Turismo. Dentro da proposta do projeto está a permuta da área da Associação de Moradores da Areia Branca. Dessa forma, a proposta foi apresentada e bem recebida pela direção da associação que agora deve deliberar com os moradores associados para a tomada de uma decisão.

Além do presidente da associação de moradores da Areia Branca, Wata Anderson Silva da Lima, e o vice, Luiz Domingos, também participaram do encontro a secretária de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena de Alencar e equipe, assim como a equipe da SEINFRAHM liderada pelo secretário Coronel Leite. Para ele, a iniciativa é importante para o desenvolvimento do turismo e econômico da cidade. "São inúmeros os benefícios que a requalificação do bodódromo irá trazer como geração de emprego e renda e mais opções de lazer para quem mora ou visita a nossa cidade. É uma obra que está prevista para conversar no segundo semestre deste ano e não vemos a hora de ver tudo pronto", destaca Leite. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 13/01/2018 - 07:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.0/5 (1 voto)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Monteiro Lobato, um dos mais conceituados escritores infantis, disse: "Um país se faz com homens e livros." Que palavras impactantes! As nações que se envolveram na segunda guerra mundial, mais especificamente o Japão, voltou arrasado do conflito, as cidades de Nagasaki e Hiroshima foram fortemente atingidas. Hoje, nem parece que esse povo sofreu qualquer tipo de bombardeio. Houve uma evolução tecnológica e educacional incrível. Esse lugar asiático mais do que tudo prioriza a educação.

Os governantes sabem que a mola que leva ao desenvolvimento econômico e social, está numa educação de qualidade. As crianças já são direcionadas na escolha da profissão, não dão um tiro no escuro. É por isso que há um crescimento gigantesco no PIB e na economia do país. A abrangência desse crescimento é tão gigantesca, que aos olhos de outras nações o Japão já é uma ameaça em relação à Europa e aos Estados Unidos.

Esse salto de qualidade deve-se, sobretudo, aos investimentos em tecnologias de ponta e ao ensino eficiente. É visível essa situação, o nosso Brasil não coloca em primeiro plano a educação, a maior evidência é o não cumprimento das próprias leis aprovadas pelos congressistas em favor dos professores e alguns governadores caminham nessa mesma direção, com argumentos e instrumentos que dificultam a vida dos educadores. Além disso, os gestores (uma boa parte) dos municípios dizem que não há como arcar com a folha de pagamentos dos servidores e por trás de uma responsabilidade fiscal não cumpre com seu papel no setor educativo. Subestimam a inteligência do povo, somos sabedores que a educação tem uma verba própria que é o FUDEB. É fato, por conta dessas coisas desagradáveis, está tendo uma evasão escolar muito grande nas

disciplinas de matemática, química e física. Os vestibulandos ou quem opta pelo Enem não querem mais essas áreas, tendo em vista os baixos salários e não são valorizados pelos alunos e muito menos pelos governantes. Enquanto o país não despertar pra essa realidade, sempre seremos vistos apenas como uma nação que se preocupa apenas com samba, futebol e carnaval e ficamos alheios às questões mais importantes.

Qualquer pessoa tem livre arbítrio para apreciar qualquer tipo de entretenimento, mas tudo tem seu lugar e importância na esfera organizacional de um Estado. Em suma fica assim: "Você faz de conta que aprende e eu faço de conta que ensino". O problema emblemático de nosso país se chama impunidade e corrupção, somos frutos de um país em que a Constituição Federal é desrespeitada e rasgada, esse reflexo da omissão e descaso a gente vê no caso dos envolvidos em algum ato ilícito que se arrasta com recursos e manobras nos tribunais em favor dos que lapidaram o erário.

Quando um dia tratarem os educadores como se tratam os políticos e no sentido de melhorarem seus vencimentos e seus direitos concernentes à valorização da categoria, ai sim, o Brasil dará um salto de qualidade e teremos uma nação mais livre e democrática, onde as desigualdades sociais serão mais equilibradas e uma divisão de renda mais justa. Contudo, o que vemos diariamente são escândalos a céu aberto, é como se o país não tivesse comando e, não vemos uma ação que venha neutralizar essas práticas criminosas.

Causa-me repulsa e a aos brasileiros ver tantas injustiças absurdas e não vemos um judiciário mais enérgico. Tantas pessoas citadas nas delações, diversas vezes há tantos anos e não vemos uma atitude do STF (instância maior), mais rígida, com o rigor e exigência da lei, onde se for condenado, não cabe mais recursos. É uma estranheza profunda não entender porque essas pessoas acabam com a nação, desviam milhões, matam os sonhos e as perspectivas de todos os brasileiros e ficam impunes. Acredito que chegará um ponto em que as pessoas não vão aguentar tanto sofrimento. E quando vemos uma revolta por parte dos policiais e inconformismo generalizado por parte das nossas instituições de segurança clamando por melhores condições de trabalho e um salário mais justo e digno, é porque estamos chegando a um caos sem precedentes.

Lembro-me da revolução francesa de 1799 e a revolução russa, há uma semelhança em relação ao que está acontecendo com o nosso povo. Cresce a cada dia, embora silenciosamente, um sentimento de revolta nas pessoas. Vemos claramente os internautas reagindo nas redes sociais, nas mais diversas formas. Existe um senso de justiça aumentando consideravelmente com uma força incontrolável. Reflitam aqueles que dizem ser representantes políticos, porque o tecido social não vai suportar por muito tempo os desmandos desse país, chamado Brasil.

Antonio Damião Oliveira da Silva

Guarda Municipal de Petrolina

Graduado em Matemática pela FFPP




Publicado por: Daniel Campos - 12/01/2018 - 23:14:09  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O advogado do MDB-PE, Carlos Neves, que representa o grupo liderado pelo deputado federal Jarbas Vasconcelos, foi ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), para protocolar o recurso contra a decisão do juiz José Alberto de Barros Freitas Filho, que favorece a dissolução da executiva estadual da sigla.

Nesta quinta-feira (11), o juiz determinou a derrubada da liminar que impedia a intervenção na executiva estadual da agremiação, comandada pelo vice-governador Raul Henry. Na sua argumentação, o magistrado alegou que a aproximação do calendário eleitoral pede que a Justiça resolva o imbróglio de forma célere.

"Jogo de cartas marcadas"

Por sua vez, Raul Henry disse, nesta sexta (12), que mantém "absoluta confiança na Justiça". "Mantemos nossa posição de que não há argumento legal para fazer a dissolução do PMDB de Pernambuco. Porque o argumento que sobrou é o de baixo desempenho eleitoral, que é surreal. Os dados do TSE mostram que o melhor desempenho das seccionais estaduais do PMDB, nas eleições de 2016, foi o de Pernambuco: 128%", colocou. (Blog da Folha)




Publicado por: Daniel Campos - 12/01/2018 - 22:43:28  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) rebaixou o Brasil para três níveis abaixo do grau de investimento com perspectiva estável. A redução da nota do país foi divulgada nesta quinta-feira (11) à noite. A perspectiva estável significa que a agência terá de esperar pelo menos seis meses para alterar a nota do país. O grau de investimento representa a garantia de que o país não corre risco de dar calote na dívida pública.

Em comunicado, a S&P informou que o Brasil está demorando para implementar as reformas que reduzam os riscos fiscais do país, principalmente a da Previdência. "Apesar de vários avanços da administração [Michel] Temer, o Brasil fez progresso mais lento que o esperado em implementar uma legislação significativa para corrigir a derrapagem fiscal estrutural e o aumento dos níveis de endividamento", justificou a agência.

Desde fevereiro de 2016, o Brasil estava enquadrado dois níveis abaixo do grau de investimento. As outras duas principais agências de classificação de risco, Fitch e Moody's ainda não alteraram a nota do país e continuam a manter o Brasil dois níveis abaixo do grau de investimento. O Ministério da Fazenda ainda não se manifestou, mas informou que divulgará uma nota oficial sobre a decisão da Standard & Poor's.

No fim de dezembro, o ministro Henrique Meirelles fez uma teleconferência com as três principais agências de classificação de risco. Ele tinha pedido que a S&P, a Fitch e a Moody's aguardassem a votação da reforma da Previdência, prevista para fevereiro, antes de tomarem qualquer decisão sobre a nota do Brasil. (ABr)




Publicado por: Daniel Campos - 12/01/2018 - 10:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O jurídico do PMDB Nacional conseguiu derrubar a liminar na Justiça de Pernambuco que impedia a dissolução do diretório da sigla no Estado. A decisão foi dada pelo juiz de direito José Alberto de Barros Freitas Filho e comemorada pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB). A sentença representa uma vitória para o grupo do parlamentar sertanejo na disputa jurídica contra o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) e o vice-governdor Raul Henry (PMDB) pelo comando da agremiação no Estado.

Visando tomar o comando do partido para si, Bezerra Coelho se filiou ao PMDB, a convite do senador Romero Jucá (PMDB), com o intuito de levar a sigla para a oposição do governador Paulo Câmara (PSB). Apressada em intervir, a executiva nacional do PMDB passou a apreciar um pedido de dissolução feito em setembro, por um peemedebista de Petrolina. Em reação, Henry resolveu judicializar o processo para "ganhar tempo" na disputa interna.

"Está se cumprindo a decisão da executiva nacional do partido, como sempre foi esperado", disse o senador Fernando Bezerra Coelho.

Como resultado, o grupo jarbista conseguiu uma vitória na Justiça suspendendo o processo de dissolução. Todavia, uma reviravolta aconteceu na Convenção Nacional do PMDB, em 17 de dezembro, quando uma adequação no Estatuto da legenda possibilitou a reversão do entendimento dado pela Justiça de Pernambuco em favor de Raul e Jarbas. Com a mudança no estatuto, a ideia é que a executiva nacional tivesse a legitimidade para proceder a dissolução, competência que só foi reconhecida pelo juiz José Alberto de Barros Freitas Filho na decisão de hoje.

O magistrado revogou parcialmente a tutela de urgência de natureza cautelar, permitindo que o processo de dissolução seja executado pela Comissão Executiva Nacional, que é favorável a Bezerra Coelho. Contudo, o juiz veta na análise do pedido o mérito de "desrespeito a qualquer diretriz ou deliberação regularmente estabelecida pelos órgãos competentes". Logo, fica de pé apenas a justificativa de desempenho eleitoral.

"Devo ressaltar que não se trata de retroagir alteração estatutária para atingir um caso concreto que já se encontrava em tramitação, mas, sim, reconhecer a existência de erro material involuntário que não retratou a intenção da Convenção Nacional do Partido ao promover a revogação de um inciso do art. 73", aponta a decisão. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 12/01/2018 - 09:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O presidente Michel Temer decidiu aguardar até a semana que vem para recorrer da decisão que suspendeu a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o Ministério do Trabalho. Com a insistência do PTB de manter a indicação da parlamentar, ele irá consultar até segunda-feira (15) advogados e auxiliares para evitar que o governo enfrente o desgaste de mais uma derrota.

Nesta quinta-feira (11), o presidente se reuniu com a presidente da AGU (Advocacia-Geral da União), Grace Mendonça, e se encontrará à tarde, em São Paulo, com o criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. O Palácio do Planalto trabalha com três possibilidades: recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal), ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) ou ao plenário do TRF (Tribunal Regional Federal) da 2ª Região.

A última hipótese é a que tem mais apoio na equipe do presidente diante dos sinais tanto do STF como do STJ, que manteria a decisão de primeira instância que barrou a posse da deputada federal. (Folhapress)




Publicado por: Daniel Campos - 12/01/2018 - 08:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (5 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Pesquisadores do laboratório Inovare, da faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), descobriram que o vírus da Zika pode ajudar a tratar pacientes com câncer no cérebro, conforme trabalho divulgado recentemente.

Diante da constatação de que o vírus mata células do cérebro em recém-nascidos, mas não em adultos, eles decidiram fazer um teste que foi o marco da pesquisa. Eles infectaram com o zika células com "Glioblastoma", o tumor maligno de cérebro mais comum que existe.

"É um tumor muito agressivo, na escala de um a quatro é nível quatro. Provoca dores de cabeça, desmaios, convulsões", explicou o neurologista Luís Belini.

Como o vírus da Zika tem um alto poder de destruição, foi injetado nas células do câncer. Vinte e quatro horas depois, o vírus da Zika já tinha eliminado metade das células tumorais. E 48 horas depois, mais células de câncer morreram. Já as celulas saudáveis não foram afetadas pela ação do vírus.

"As células do bebê têm uma alta taxa de proliferação. Parecida com as do câncer, que nada mais é do que uma doença que está se proliferando de forma descontrolada. E as células saudáveis, não. Então ele protegeria as células normais do adulto, mas eliminaria apenas as células do câncer, tornando um tratamento mais específico do que uma quimioterapia ", explicou a pesquisadora Estela de Oliveira Lima. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 12/01/2018 - 07:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.67/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.7/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) concedeu uma liminar nesta quinta-feira (11) suspendendo parte da Medida Provisória 814/2017, emitida pelo governo federal que faz mudanças em leis relacionadas ao setor elétrico. A decisão afeta o artigo 3º, que fala da privatização da Eletrobras e suas controladas.

A liminar foi concedida pelo juiz da 6ª Vara Federal de Pernambuco, Cláudio Kitner. Com isso, a parte da MP que retirava a Eletrobras e suas subsidiárias do Programa Nacional de Desestatização (PND) fica suspensa. A volta ao programa era uma condição necessária para que o governo pudesse levar adiante o plano de privatizá-la.

Na decisão, o magistrado questiona a utilização da Medida Provisória como instrumento a incluir a Eletrobrás, Furnas, Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), Eletronorte, Eletrosul e Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica no PND.

"Nada foi apontado pelo Chefe do Poder Executivo a justificar a urgência da adoção de uma Medida Provisória, "no apagar das luzes" do ano de 2017, para alterar de forma substancial a configuração do setor elétrico nacional, sem a imprescindível participação do Poder Legislativo na sua consecução", afirma o juiz no texto.

O deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE), presidente da Frente Paralmentar contra a Privatização da Eletrobras, explica que a Justiça uniu as ações populares impetradas por ele e pelo advogado Antônio Campos, ambas referentes à questão da MP que autoriza a privatização da estatal.

"Vamos aguardar a volta do recesso para o julgamento do mérito, a partir do dia 20 de janeiro. Entramos com uma ação pedindo também que o governo federal pague o que deve à Eletrobras", aponta o deputado. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 18:36:36  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Tesouro Nacional divulgou nesta quinta-feira (11) balanço informando que 18 estados solicitaram a renegociação das dívidas com a União, no valor total de R$ 458,9 bilhões. Os pedidos foram todos aprovados. Nas contas do Tesouro, isso deverá resultar em uma redução potencial no fluxo de pagamentos da dívida com a União de R$ 44,7 bilhões de julho de 2016 e junho deste ano.

Os estados que solicitaram a renegociação foram Acre, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe. Todos eles terão a dívida alongada em 240 meses.
A renegociação se dá no âmbito da Lei Complementar nº 156/2016, resultado do Acordo Federativo celebrado entre a União e os estados em 20 de junho de 2016.

Além do alongamento de dívidas com a União referentes a duas leis anteriores (9.496/97 e 8.727/93), a nova lei complementar prevê a renegociação de linhas de crédito com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e a adesão ao Novo Programa de Apoio à Reestruturação e ao Ajuste fiscal dos Estados (PAF). O prazo legal para o alongamento das dívidas com a União e de linhas de crédito com recursos do BNDES terminou em 23 de dezembro. (ABr)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 15:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.75/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Depois de anos sofrendo com altas taxas de inflação, o Brasil viu o índice chegar a um dos níveis mais baixos da história em 2017. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) marcou 2,95% no ano passado. Foi a menor taxa desde 1998 e a primeira vez que a inflação ficou abaixo do piso da meta estipulada pelo Banco Central (BC), de 3%. O consumidor pernambucano, no entanto, diz que ainda não sente a redução. Mas o IBGE explica: apenas os preços dos alimentos caíram ao longo de 2017 e eles já voltaram a subir no último mês do ano.

Os números divulgados nessa quarta-feira (10) pelo IBGE mostram que o grupo de Alimentação e Bebidas, que responde por 25% das despesas das famílias brasileiras, caiu 1,87% em 2017 por conta da supersafra, que aumentou a produção agrícola, reduzindo os preços de produtos que vinham pesando no bolso no brasileiro. O quilo do feijão, por exemplo, passou dos R$ 15 em 2016, mas ficou 46% mais barato no ano passado. Frutas (-16,52%), leite (-8,44%), tomate (-4,23%) e carnes (-2,5%) também passaram a custar menos. Essa queda, porém, começou a se reverter em dezembro, quando o grupo acelerou 0,54%, e também acabou sendo ofuscada ao longo do ano por conta dos aumentos sofridos por outros itens importantes do orçamento familiar. O gás de botijão, por exemplo, ficou 16% mais caro, com uma alta ainda maior no Recife: 33,52%. A energia elétrica subiu mais 10,35%. E a gasolina, 10,32%. Ainda tiveram altas a taxa de água e esgoto (10,52%), os remédios (4,44%), os planos de saúde (13,53%) e a educação (7,11%). (Folha de Pernambuco)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 14:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um caminhoneiro de 33 anos foi assassinado na noite da última quarta-feira (11), por volta das 19h30, durante um assalto, na BR-101, em Igarassu, no Grande Recife. Diego Tavares Sanches, que é natural de Minas Gerais, estava chegando a um posto de combustíveis quando foi abordado por dois homens em uma moto.

Os criminosos anunciaram o assalto e atiraram em Diego e no ajudante dele, que também estava dentro do caminhão e não foi identificado. As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, também no Grande Recife.

O caminhoneiro, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu. O amigo de Diego passa bem e prestará depoimento. Os criminosos fugiram levando o celular do ajudante. O caso foi registrado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Secretaria Municipal de Educação de Petrolina (SEDU) vai disponibilizar 200 vagas para estudantes na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), através do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem) Urbano. As inscrições começam no dia 22 de janeiro e seguem até o dia 28 de fevereiro.

Serão oferecidas 80 vagas na Escola Nossa Senhora Rainha dos Anjos (antigo CAIC), na Cohab Massangano, e 120 vagas na Escola Luiz Rodrigues, no bairro Santa Luzia. Poderão se matricular no programa Projovem Urbano os jovens que no ano da matrícula tiverem entre 18 e 29 anos e que saibam ler e escrever.

Os interessados devem se dirigir até a escola desejada munidos da cópia e original do Registro Geral (RG); Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência atual. No ato da matrícula, os jovens devem apresentar o histórico escolar, pois apenas os alfabetizados que não concluíram o ensino fundamental poderão ser matriculados. Caso o estudante não tenha comprovante de escolaridade, será aplicado um teste de proficiência.

O Projovem Urbano tem como objetivo elevar a escolaridade de jovens com idade entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever e não tenham concluído o ensino fundamental. O programa visa à conclusão desta etapa por meio da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) integrada à qualificação profissional e o desenvolvimento de ações comunitárias com exercício da cidadania. O início das aulas está previsto para o mês de março e terá duração total de 18 meses.

"Esse é um importante programa que aderimos, por entendermos que é uma grande oportunidade para os jovens que apresentam distorção idade-série. Proporcionar o retorno aos estudos fomentando a cidadania é uma das politicas de Educação que a gestão Miguel Coelho prioriza", pontuou Sônia Passos, secretária Executiva de Alfabetização, Aprendizagem e Ensino. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.5/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O reajuste do salário mínimo ficou abaixo da inflação pelo segundo ano consecutivo. O índice que pela lei é usado para a correção, o INPC, foi divulgado nesta quarta-feira (10) pelo IBGE e ficou em 2,07% em 2017, acima do reajuste de 1,81% anunciado pelo governo no final do ano passado, que elevou o valor de R$ 937 para R$ 954 - o menor aumento em 24 anos.

Em 2017, a correção do salário mínimo já havia ficado abaixo da inflação. O valor foi reajustado em 6,48%, ao passo que o INPC acumulado em 2016 foi de 6,58%, representando uma perda de 0,10% e o primeiro aumento abaixo da inflação desde 2003, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Com mais um ano de reajuste do mínimo abaixo da inflação, a perda acumulada em 2 anos é de 0,34%, segundo o Dieese, que defende que governo faça novo reajuste no salário mínimo já em fevereiro. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 11:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.75/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O juiz Vladimir Santos Vitovsky, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), no Rio de Janeiro, negou na noite desta quarta-feira (10) um novo recurso apresentado pela deputada federal Cristiane Brasil (PTB) contra a liminar que a impede de assumir o Ministério do Trabalho.

O magistrado manteve decisão da 1ª instância, da 4ª Vara Federal de Niterói, que suspendeu provisoriamente na noite de segunda-feira (8) a posse da deputada.

Nos termos da decisão do TRF2, a liminar que suspende a posse "não tem o condão (capacidade) de acarretar risco de dano grave, de difícil ou impossível reparação. Outrossim, é prematuro afirmar estar demonstrada a probabilidade de provimento do recurso. Com efeito, a competência do Presidente para escolher e indicar seus ministros é matéria eminentemente de mérito".

Segundo informou o tribunal, "o relator do processo é o desembargador federal Sergio Schwaitzer, da 7ª Turma Especializada do TRF2, que ainda deverá apreciar o mérito dos agravos".

Cristiane Brasil já informou que pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) por meio da Advocacia Geral da União (AGU). A declaração dela ocorreu no mesmo dia em que o próprio TRF2 indeferiu pedido da AGU de suspensão da liminar.

No recurso, os advogados da deputada argumentavam ser "ilegal e abusiva" a decisão judicial, e diziam que a multa pecuniária imposta pelo juízo, de R$ 500 mil, era "escorchante".

A defesa pedia ainda que o recurso fosse distribuído para o desembargador Schwaitzer, mas o magistrado, atualmente, está de férias. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 10:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



As drogarias de todo o Brasil precisam contar com farmacêuticos durante todo o período em que o estabelecimento estiver funcionando. No entanto, ainda existem casos de farmácias não respeitando a Lei e colocando a saúde da população em risco. Nesta semana, um desses estabelecimentos foi interditado pela Agência de Vigilância Sanitária de Petrolina por não ter farmacêutico. A drogaria atuava no Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho - Núcleo 05.

De acordo com o diretor interino do órgão, Marcelo Gama, a drogaria já tinha sido notificada no ano passado e agora só poderá ser reaberta após a contratação do profissional. "Essa foi mais uma fiscalização de rotina da equipe da Vigilância. Reforçamos a importância dos comércios estarem funcionando de forma legalizada, cumprindo todas as normas e orientações. No ano passado, realizamos diversos seminários, cursos e palestras para orientação, então, agora nosso foco maior será na fiscalização", frisou.

A farmacêutica da Vigilância, Tainara Melo, explicou a importância da presença do profissional nos estabelecimentos. "Nós somos capacitados para orientar, educar e instruir o paciente/ cliente sobre todos os aspectos relacionados ao uso do medicamento, esclarecendo dúvidas para que o paciente tenha o resultado esperado. Com isso, torna-se imprescindível a presença de um farmacêutico nas farmácias conforme diz a Lei 13021/2014", concluiu. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 09:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Os Estados Unidos divulgaram nesta quarta-feira (10) um novo sistema para alertar seus cidadãos dos possíveis riscos de viajar ao exterior, introduzindo um ranking de quatro pontos para países e um mapa-múndi interativo. O Brasil está no Nível dois, de "cautela".

O sistema de alerta a viajantes sempre foi controverso e costuma ofender outros países. Mas os funcionários insistiram em que as mudanças visam a apresentar suas recomendações de forma mais clara.

"Estes não são documentos políticos. Simplesmente são baseados em nossa avaliação da situação de segurança", disse a funcionária consular Michelle Bernier-Toth. Alguns países se queixaram no passado de que as advertências exageram os perigos e afetam o turismo, ou que respondem a considerações diplomáticas. Mas cada país é objeto de uma descrição no site travel.state.gov, detalhando as ameaças específicas e a razão de sua classificação.

No site do governo, a página que trata sobre cuidados com a segurança no Brasil elenca alguns pontos de risco, como a Rodoviária de Brasília (DF) e o Parque Ibirapuera, em São Paulo (SP). O Recife é citado no endereço no item sobre lugares onde trabalhadores do governo norte-americano não devem ir - nesse caso, não é recomendado usar os ônibus públicos na capital pernambucana nem visitar, depois do anoitecer, o trecho da Praia do Pina entre a Rua Dona Benvinda de Farias até Brasília Teimosa. (AFP)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 08:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Os beneficiários de programas sociais que necessitam de atendimento do Cadastro Único (Cadúnico) ou Bolsa Família devem ficar atentos: devido a problemas no sistema da Caixa Econômica Federal, o serviço está suspenso em Petrolina.

Sem acesso ao sistema eletrônico, o atendimento aos usuários fica suspenso na Casa Bolsa e também nos 10 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), além do Centro Pop e também no Centro de Atenção à Pessoa Idosa.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Petrolina, Kátia Carvalho, os servidores da prefeitura estão impossibilitados de acessar o sistema desde a última segunda-feira (08) e ainda não é possível informar quando o atendimento será normalizado.

"A direção da Casa Bolsa tem feito todos os contatos necessários para restabelecer o serviço, mas apesar do nosso esforço ainda não temos um prazo para voltar a atender o cidadão. Nós sabemos que isso causa um grande transtorno e esperamos que seja resolvido o mais breve possível", disse. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 11/01/2018 - 07:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Os combustíveis gasolina, diesel e gás veicular foram os itens ligados à manutenção de carros e motos que tiveram maior alta no preço em 2017, de acordo com o Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta quarta-feira (10).

A inflação oficial do ano mostrou alta de 10,32% para a gasolina, a maior entre todos os fatores ligados à veículos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Diesel, com aumento de 8,35%, e o Gás Veicular, com acréscimo de 8,19%, foram os outros "vilões". (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 10/01/2018 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Ministério da Saúde confirmou a cura de um adolescente de 14 anos que contraiu raiva humana no Amazonas. O caso de sobrevivência é o segundo já registrado no Brasil. O outro foi em 2008, no estado de Pernambuco.

No restante do mundo, existem relatos de apenas mais três outros casos de cura: dois nos Estados Unidos, em 2004 e 2011, respectivamente, e um outro na Colômbia, em 2008. Este último faleceu por outras causas associadas após a cura.

Segundo o Ministério, o caso registrado no Amazonas teve o mesmo protocolo de atendimento usado na cura do paciente de Pernambuco. O adolescente Mateus Castro foi submetido ao protocolo de Milwaukee, com uso dos medicamentos Biopterina e Amantadina.

No entando, a pasta informou que ainda não recebeu todos os relatórios neurológicos do jovem amazonense, "de modo que não há como avaliar ainda quais as condições e prognóstico de recuperação". (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 10/01/2018 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.67/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.7/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Rede de Articulação Pela Mobilidade (Ramo) deu entrada em uma ação popular no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) pedindo a suspensão da reunião do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) marcada para esta sexta-feira (12), para discutir o aumento das passagens de ônibus no Grande Recife. A reportagem da Folha entrou em contato com o TJPE, mas ainda não recebeu um posicionamento oficial sobre o assunto.

Na reunião da sexta deve ser analisado o pedido do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) para um reajuste médio de 11,02% nas tarifas de ônibus da Região Metropolitana do Recife para este ano. O aumento depende de aprovação do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM).
Segundo o Centro Popular de Direitos Humanos (CPDH), integrante da Ramo, a medida cautelar é contra o CSTM, o Grande Recife Consórcio de Transporte (CTM) e a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe). A ação tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital. Na tarde desta quarta-feira (10) uma equipe do CPDH segue para o Fórum Joana Bezerra para tentar conversar com magistrados sobre a pauta. Eles aguardam uma resposta célere e positiva.

Caso a resposta seja negativa e a reunião aconteça, as organizações integrantes da Ramo prometem realizar um ato em frente à sede da Secretaria das Cidades, na Estrada do Barbalho, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife. No ato, eles querem promover um aulão para explicar a população sobre as formas propostas de reajuste pelo membros do Conselho. Até o momento o Governo do Estado não se manifestou sobre a proposta de reajuste. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 10/01/2018 - 11:42:19  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



«Primeira «Recentes 1 2 3 [4] 5 6 7 8 ... Antigas» Última»