Daniel no Rádio




O Ministério da Educação (MEC) liberou R$ 1,47 bilhão para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os recursos serão repassados para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que opera programa, e destinados à recompra de certificados do Tesouro Nacional pertencentes às instituições de ensino superior que aderiram ao Fies.

A liberação foi anunciada nesta terça (31) pelo MEC, que, assim, mantém o cronograma de repasses para o Fies. O FNDE efetua o pagamento dos encargos educacionais às mantenedoras de instituições de ensino. Esses encargos se referem às operações de financiamento realizadas por meio de repasses de títulos da dívida pública, os Certificados Financeiros do Tesouro - Série E (CFT-E), que são utilizados prioritariamente para a quitação de tributos fisco-previdenciários.

Depois de quitados os tributos fisco-previdenciários, o saldo remanescente de títulos pode ser recomprado pelo FNDE e os recursos financeiros creditados em conta-corrente aberta especificamente para esse fim. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 22:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Polícia Militar de Pernambuco vai lançar 2.957 militares para fazer a segurança dos candidatos que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As provas serão aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em dois domingos (5 e 12) para mais de 371 mil pessoas no Estado.

Segundo o coordenador operacional de segurança, major Roberto Oliveira, a segurança para o Enem é realizada desde o dia 10 - data de chegada das provas no Estado. Na ocasião, os exames foram recebidos sob escolta policial. No último dia 23, os exames foram distribuídos para as unidades dos quarteis da PM e do Exército mais próximas dos locais de aplicação dos 79 municípios.

Nas manhãs dos dias das provas, os exames serão escoltados, novamente, e encaminhados para os locais de provas. A PMPE informou que os militares ficarão na área externa dos prédios e que só vão entrar nos locais de provas se a organização solicitar. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 21:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.75/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O papa Francisco reconheceu que às vezes acaba dormindo enquanto reza, o que não o impede de "santificar o nome de Deus", explicou. "Eu também, quando oro, às vezes acabo dormindo", confessou o pontífice argentino, sorrindo, em uma entrevista que será transmitida na quarta-feira (1) pela emissora católica italiana TV2000.

O descanso e o sono, se oferecidos a Deus, se convertem em oração, segundo diz a Bíblia e confirmam os santos, explicaram fontes religiosas. "Santa Teresa do Menino Jesus também dizia isso e sustentava que agradava muito a Deus", declarou o papa, após citar um dos inúmeros salmos em que se fala dos sonhos, se revelam profecias e se pede ao fiel que "se abandone a Deus como uma criança nos braços do pai", disse.

"Essa é uma das muitas maneiras de santificar o nome de Deus, de se sentir uma criança em seus braços", assegurou Francisco. O papa argentino, de 80 anos, costuma aparecer cheio de energia quando encontra multidões, mas seu rosto se transforma completamente quando reza, ficando sério ou fechando os olhos por longos momentos. Sabe-se que a sua agenda é muito atribulada e, por isso, dorme às 21h00. Francisco se levanta às 04h00, reza e durante a tarde tem o hábito de fazer a sesta, de acordo com fontes do Vaticano. (AFP)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 20:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um ano, este foi o prazo definido pelos 13 presidentes das Autarquias Municipais de Ensino Superior do Estado de Pernambuco para a implantação de compromissos deliberados durante um encontro que reuniu os representantes das Instituições. O I Fórum Regional das Autarquias aconteceu na cidade de Garanhus e levantou debates relevantes sobre a oferta de educação de qualidade no ensino superior do estado e discutiu também a qualificação dos docentes.

O evento foi realizado para celebrar os 18 anos da Associação das Instituições de Ensino Superior de Pernambuco (ASSIESPE), entidade responsável pela articulação de ações de fomento à educação superior no interior do Estado. O presidente da Associação, Antonio Habib, conduziu o evento ao lado do Conselho Estadual de Educação de Pernambuco (CEE/PE) e da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA), representados por Ricardo Chaves e Suianne Melo, respectivamente. A abertura do evento contou com a presença da Deputada Estadual Priscila Krauser e a Vice-presidente da ASSIESPE, Giane Lira.

O Fórum possibilitou a troca de experiências e proporcionou o diálogo em torno de questões pertinentes ao funcionamento de todas as Autarquias, especialmente em um momento delicado de crise como o enfrentado pelas Instituições. Foram debatidos temas como tecnologia da educação, alternativas de financiamento, interiorização de programas para a qualificação docente e outros assuntos.

As discussões culminaram em uma carta em que todos os presidentes das IES assumem o compromisso de trabalhar em prol da continuidade do desenvolvimento de suas instituições e fortalecimento das ações conjuntas para tornar a Associação mais atuante no estado. Entre os compromissos estão: Garantir a profissionalização do professor, incentivando o desenvolvimento profissional docente; garantir que os concursos públicos realizados para Professores, priorizem profissionais com título de Mestrado e/ou Doutorado; implantar Comissões Própria de Avaliação - CPAs em todas as Autarquias e Núcleos Docentes Estruturantes - NDEs; fomentar o aumento da representação das Autarquias Educacionais no Conselho Estadual de Educação; incentivar a instituição da figura do Articulador institucional da ASSIESPE; constituir um consórcio das Autarquias Educacionais a fim de viabilizar a implantação do sistema para a Educação a Distância- EAD; viabilizar a realização de um programa de pós graduação stricto sensu para mestrado com autorização do Conselho Estadual de Educação; capacitar docentes estáveis para o ENADE em fevereiro de 2018.

O presidente da Assiespe, Antonio Habib, acredita que a definição dos compromissos é um importante passo para elevar a qualidade do ensino ofertado pelas Autarquias. "A Assiespe é uma entidade com quase duas décadas e que precisa estar alinhada com as exigências do universo da educação. Estamos formando os futuros profissionais, portanto, precisamos acompanhar todo esse dinamismo. Acredito que unindo forças estaremos daqui a um ano celebrando a implantação de todos os pontos levantados na carta", defende Habib, acrescentando que a Assiespe estará perto das Instituições, prestando a assistência e incentivo necessários. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 19:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 5.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 5.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um veículo invadiu uma ciclovia e caminho de pedestres no sul de Manhattan, em Nova York, atropelando "múltiplas" pessoas na tarde desta terça-feira (31), informa a polícia. Várias morreram ou ficaram feridas, segundo as autoridades. Às 19h20 o prefeito Bill de Blasio disse que havia oito mortes confirmadas. De Blasio classificou o caso como um ato de terrorismo.

Após atingir os ciclistas, o veículo seguiu pela rua e bateu num outro carro. O suspeito saiu e mostrou réplicas de armas, sendo em seguida alvejado pela polícia e detido.

O jornalista da CNN Jim Sciutto afirma, segundo "múltiplas fontes", que o suspeito gritou "Allahu Akhbar" (Deus é Grande, em árabe).

Um vídeo aparentemente filmado no local e que circulou online mostrou bicicletas espalhadas e duas pessoas deitadas no chão:

À agência AP, polícia e testemunhas diseram que o motorista invadiu uma ciclovia movimentada perto do memorial do World Trade Center e atingiu várias pessoas. Em seguida, ele teria saído do veículo gritando e disparando algo que parecia ser uma arma.

Um homem que estava andando em um Uber no local diz que viu várias pessoas sangrando no chão depois que um caminhão as atingiu. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 18:50:42  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.5/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O período úmido na bacia do rio São Francisco poderá ser sentido melhor nos próximos sete dias. Quem garante é a equipe técnica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e o assunto foi transmitido na manhã dessa segunda-feira (30 de outubro), durante reunião promovida semanalmente pela Agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília (DF), e transmitida por videoconferência para os estados da Bacia.

Durante a reunião, a informação passada pelo núcleo responsável pela prevenção e gerenciamento da atuação governamental perante eventuais desastres naturais ocorridos em território brasileiro, a previsão para os próximos sete dias na Bacia do chamado rio da integração nacional é de, pelo menos, 40 milímetros (mm) de precipitação na região do Alto São Francisco.

A notícia está sendo aguardada com ansiedade. De acordo com alguns dos projetos irrigados localizados na Bacia e que participa da reunião, a baixa vazão do Velho Chico está impedido a irrigação, além de outras atividades que são diretamente prejudicadas pela escassez hídrica registrada desde 2013.

O superintendente da ANA, Joaquim Gondim, explicou que apesar da boa notícia, os órgãos reguladores vão manter a defluência de 550 metros cúbicos por segundo (m³/s) no reservatório de Sobradinho (BA). "Ainda esta semana será publicada no Diário Oficial a renovação desse patamar de vazão até abril, conforme havia sido acertado antes", confirmou Gondim.

As videoconferências que avaliam as condições hidrológicas da Bacia do São Francisco atendem a uma solicitação apresentada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), são realizadas semanalmente. (CBHSF) (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 18:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Durante patrulhamento rotineiro nas imediações do terminal rodoviário de Petrolina, no bairro Gercino Coelho, uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) da Guarda Civil Municipal (GCM), avistou, por volta das 17h30 desta segunda-feira (30), três homens em atitude suspeita. Durante os procedimentos de abordagem, um deles tentou se livrar de duas trouxas plásticas. Após averiguação, foi constatado que dentro delas havia 48 papelotes de crack, totalizando 13 gramas da droga. Imediatamente lhe foi dada voz de prisão.

Identificado como William de Souza Ferreira, de 33 anos, o suspeito foi conduzido para a Delegacia da 213ª Circunscrição da Polícia Civil, no bairro Ouro Preto. Naquela unidade policial foi revelado que havia contra o William um mandado de prisão em aberto por roubo majorado, expedido pela justiça do estado de São Paulo. Em seguida, o William foi apresentado a autoridade policial de plantão, para a tomada das providências cabíveis. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 16:40:46  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (2 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Testes feitos em 12 alimentos comuns da dieta do brasileiro, entre eles o arroz e o feijão, mostraram que 36% apresentavam algum tipo de irregularidade em relação a agrotóxicos. Ou apresentavam pesticidas totalmente proibidos no Brasil para qualquer alimento, ou continham níveis de produtos proibidos para aquela cultura específica, ou contavam com resíduos acima do limite permitido por lei.

Ainda, 60% das amostras tinham pelo menos algum tipo de resíduo de pesticida.

A pesquisa, divulgada nesta terça-feira (31), foi feita pela ONG Greenpeace. A organização coletou amostras de centros de distribuição de São Paulo e Distrito Federal em setembro. Os testes foram realizados pelo Laboratório de Resíduos de Pesticidas (LRP) do Instituto Biológico de São Paulo, ligado ao governo do Estado.

O Greenpeace testou o arroz branco e integral, o feijão preto e carioca, o mamão formosa, o tomate, a couve, o pimentão verde, a laranja, a banana nanica, a banana prata e o café. Ao todo, a ONG testou 113 kg de alimentos.

Parte dos alimentos foi escolhida por serem representativas na dieta do brasileiro, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e a outra parte por apresentarem altos índices de agrotóxico (como couve, pimentão e tomate). (Bem Estar)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 13:07:13  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Em meio a protestos de taxistas e motoristas de aplicativos, o plenário do Senado vota nesta terça-feira (31) proposta que pode deixar mais rígidas as regras para serviços de apps de transporte individual. Aprovado em abril pela Câmara dos Deputados, o texto tramita em regime de urgência e será o primeiro item da pauta do Senado na sessão desta terça.

As regras aprovadas pelos deputados desagradaram os representantes de empresas como Uber, Cabify e 99. Entre outros pontos, o texto prevê vistorias periódicas nos veículos, idade mínima para os condutores, exigência de "ficha limpa" aos motoristas, adesão de placas vermelhas e licença específica para trabalhar.

O projeto é criticado pelos motoristas de aplicativos, que argumentam que ele "inviabiliza" o trabalho. Os representantes dos taxistas são favoráveis, porque dessa forma acreditam que a concorrência seria mais leal, com regras semelhantes para os dois profissionais. Outro argumento usado pelos taxistas é que, com as novas regras, o transporte ficará mais seguro tanto para passageiros quanto para motoristas.

No Senado, a proposta foi modificada na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT). Um substitutivo ao texto da Câmara, apresentado pelo senador Pedro Chaves (PSC-MS), feito com base no texto original e em mais duas propostas que tramitavam na Casa, é mais favorável aos motoristas de aplicativos. Nele, o senador classifica o serviço de privado e tira a necessidade de permissão dos municípios e, consequentemente, o licenciamento com exigência de placas vermelhas.

Sem consenso entre os senadores, mesmo sem ser votada na CCT, a matéria seguiu para o plenário, após aprovação do regime de urgência. "Se aprovarmos o texto original, será uma grande tragédia, pois o serviço ficaria subordinado ao Poder Público, precisando de licença para funcionar, assim como ocorre nos alvarás dos taxistas. Entendo que o Uber deve ser um empreendimento privado, com regras, cabendo à prefeitura apenas fiscalizar", disse Chaves. (Agência Brasil)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A praticamente dois meses do Natal, lojistas de Petrolina, no sertão do Estado, começam a preparar serviços e produtos que serão disponibilizados aos consumidores, nesta que é uma das épocas mais esperadas do ano. Aos poucos, os estabelecimentos enfeitam suas vitrines com temática natalina e começam a chamar atenção, sobretudo, daqueles que gostam de fazer as compras com bastante antecedência.

"Iniciamos a venda dos produtos de Natal desde o início da segunda quinzena de outubro e estamos oferecendo aos nossos clientes uma diversidade de artigos que inclui pisca pisca, enfeites para árvores e ceias, gorros de Papai Noel, dentre outros", destaca o gerente da Casa Nobre da Travessa Gregório Ramos, Gleydson Cruz. "Muita gente começa a procurar com antecedência, principalmente empresas que já começam a fazer confraternizações a partir do mês de Novembro", observa.

Cruz acredita que as vendas este ano devem ser 10% maiores com relação a 2016. "Estamos bem otimistas. Temos produtos a partir de R$ 2, ou seja, opções para todos os gostos e bolsos. E nessa época do ano, todo mundo se esforça para deixar a casa ou o ambiente do trabalho naquele clima especial que é o de Natal".

Na busca pela atenção do consumidor, o lojista investe na criatividade e em produtos diferenciados. "Temos aqui em nosso estoque produtos, por exemplo, que servem tanto para decoração quanto para serem utilizados no cotidiano. A proposta é inovar para atrair o consumidor. Também temos como diferencial os preços, que são acessíveis para todos os bolsos", destaca a lojista Márcia Barros, da Flor da Terra. No estabelecimento, os artigos natalinos vão de R$ 17 até R$ 500.

A dona de casa Zenilda Maria Lopes integra a estatística dos que não abrem mão das compras de fim de ano. Com muito bom humor, ela diz que já está se preparando para começar a "bater pernas" pelas lojas do comércio. "Claro que, como boa parte dos brasileiros, não estou tão folgada nas finanças. Mas fim de ano é especial né? A gente faz uma forcinha, estica daqui e dali, mas tem que ter as lembrancinhas, uns enfeites. Faz parte", destaca.

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina (Sindilojas), Joaquim de Castro, o segmento varejista deve seguir uma tendência apontada recentemente por pesquisas da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Pernambuco (Fecomércio) e fechar o ano com um volume de vendas superior 5% ao do mesmo período do ano passado. "A economia do país já sinaliza uma recuperação. Isso deve se refletir no ânimo do consumidor. E, naturalmente, este é um período em que muitas pessoas aproveitam o décimo terceiro para auxiliar nas compras dos produtos natalinos. Então, estamos confiantes de que a movimentação financeira será propositiva".

Castro lembra ainda que os lojistas podem aderir à campanha Natal da Cidade, realizada através de uma parceria entre Sindilojas e CDL. "A campanha já está na rua e engloba uma série de iniciativas que devem incrementar a movimentação do comércio neste fim de ano". (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 11:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um homem, que ainda não teve a identidade revelada, foi preso nesta segunda-feira (30), suspeito de matar um funcionário público da Prefeitura de Lagoa Grande, no Sertão. A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) investiga uma possível ligação dele com o assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, morta a facadas no dia 10 de dezembro de 2015, durante uma festa em uma escola em Petrolina.

De acordo com o titular da Delegacia de Lagoa Nova, Wagner Volpi, o suspeito, de 27 anos, foi transferido para a Delegacia de Petrolina devido a revolta dos moradores da região. Ainda segundo o delegado, o suspeito já teve passagens anteriores pelas Delegacias de Caruaru e Petrolina por tráfico de drogas.

A saliva do suspeito foi coletada para comparar com o material genético encontrado na faca usada para matar Beatriz. O material recolhido deve chegar nesta terça (31) ao Laboratório de Perícia e Pesquisa em Genética Forense, localizado no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. Em nota enviada à imprensa, a PCPE informa que o resultado do DNA deve sair em até 10 dias.

Parentes da menina Beatriz afirmaram à reportagem da Folha que já foram contactados pela Polícia para informar sobre a possível ligação entre os casos. O suspeito nega envolvimento nos dois crimes. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 10:02:25  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 5.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 5.0/5 (1 voto)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A partir desta quarta-feira (1º), o motorista que acumular 20 pontos ou mais na carteira de habilitação estará sujeito a uma suspensão da CNH por no mínimo seis meses, segundo o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP). Antes, o tempo mínimo era de um mês. A pontuação vale para infrações cometidas desde 1º de novembro de 2016. A decisão vale para todo o país.

O período maior de suspensão foi estabelecido pela Lei Federal nº 13.281, que promoveu alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Em vigor desde novembro de 2016, a norma produzirá efeitos nos processos de suspensões a partir de agora porque o condutor é penalizado ao somar ou ultrapassar 20 pontos no período de 12 meses contados a partir da primeira infração.

Motoristas reincidentes na perda da CNH no período de um ano receberão a pena mínima de oito meses. Atualmente, nesses casos, é de seis meses. Já o tempo máximo permanece em 24 meses.

De janeiro a setembro, 424.625 condutores tiveram a habilitação suspensa no estado. Na cidade de São Paulo foram 187.266 no período.

O condutor não tem a habilitação suspensa imediatamente após somar os 20 pontos na CNH. Ele é notificado pelo Detran.SP sobre a abertura do processo e tem o direito de apresentar defesa em diversas instâncias, conforme garante a legislação federal. O recurso pode ser apresentado de forma online no portal www.detran.sp.gov.br.

Ao ter a suspensão decretada, o cidadão recebe uma notificação para comparecer à unidade do Detran-SP, entregar a habilitação e assinar o termo de suspensão, quando terá início o cumprimento da pena. A partir desse momento, o motorista está impedido de dirigir. Caso conduza qualquer veículo, poderá ter a habilitação cassada por dois anos.

Depois de cumprir a suspensão, a CNH será restituída e o motorista poderá voltar ao volante após apresentar o certificado de conclusão do curso de reciclagem - oferecido pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs) de forma presencial ou a distância. Quem tem a habilitação cassada, além da reciclagem, tem de refazer os exames médico, psicotécnico, teórico e prático de direção veicular. (Auto Esporte)




Publicado por: Daniel Campos - 31/10/2017 - 09:51:01  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Motoristas de aplicativos de transporte individual de passageiros, como Uber, 99Pop e Driver Go!, participam, nesta segunda-feira (30), de uma mobilização nacional contra o Projeto de Lei Complementar (PLC) 28/2017, que será votado na próxima terça-feira (31) no Senado Federal. O grupo se concentrou por volta das 9h na avenida Agamenon Magalhães, em frente ao Classic Hall, no Complexo de Salgadinho, em Olinda, e chegou em carreata ao Palácio do Campo das Princesas no início da tarde.

Todas as capitais do País têm atos nesta segunda para pressionar os senadores de cada Estado a votar contra o projeto. Segundo o diretor do Sindicato dos Motoristas de Transporte Individual de Passageiros por Aplicativo de Pernambuco (Simtrapli-PE), Thiago Silva, o projeto é nocivo aos motoristas e passageiros pois é uma proibição ao funcionamento dos aplicativos.

"Eles querem enquadrar a categoria de transporte privado individual de passageiros na categoria de táxi. Ou seja, enquadrar carro particular em carro público, o que vai de encontro ao sistema de mobilidade global", afirmou. "Somos a favor da regulamentação, mas somos contra o PLC, pois é um projeto completamente distorcido", completou. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 17:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Chegou a 61.619 o número de mortes violentas intencionais registradas no Brasil em 2016, crescimento de 3,8% em relação ao ano anterior. Significa sete pessoas assassinadas por hora, segundo dados inéditos do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgados nesta segunda-feira (30).

A taxa de mortes violentas foi de 29,9 assassinatos por 100 mil habitantes. No Nordeste, ainda maior. Os três estados com maiores taxas são Sergipe (64), Rio Grande do Norte (56,9) e Alagoas (55,9). As taxas tem aumentado desde 2014.

Nas capitais, houve redução de 4,3% no total de mortes. Ainda assim, esses crimes cresceram em 14 dos 27 Estados. Entre as mulheres, foram 4.657 assassinatos, 533 deles registrados como feminicídio.

Além de homicídios dolosos, foram 2.703 mortos em latrocínios. As maiores taxas são em Goiás (2,8 por 100 mil habitantes), Pará (2,7) e Amapá (2,4). Outros 4.224 foram mortos em ocorrências policiais. No mesmo período, foram assassinados 437 policiais. (Folhapress)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 15:51:36  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Brasil registrou 61.619 mortes violentas em 2016, o maior número de homicídios da história, de acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, na manhã desta segunda-feira (30). Sete pessoas foram assassinadas por hora no ano passado, aumento de 3,8% em relação a 2015. A taxa de homicídios para cada 100 mil habitantes ficou em 29,9 no país.

Os mais de 61,5 mil assassinatos cometidos em 2016 no Brasil equivalem, em números, às mortes provocadas pela explosão da bomba nuclear que dizimou a cidade de Nagasaki no Japão, em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

Sergipe registrou a maior taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes: 64, seguido de Rio Grande do Norte, com 56,9 e Alagoas, com 55,9, todos estados do Nordeste.

As capitais com maiores taxas de assassinatos por 100 mil habitantes são Aracaju, com 66,7, Belém, 64, e Porto Alegre, 64,1.

Apesar disso, os governos gastaram 2,6% a menos com políticas públicas de segurança pública em 2016: 81 milhões. A maior redução observada foi nos gastos do governo federal: 10,3%. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 14:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A concentração média global de dióxido de carbono (CO2) voltou a crescer e bateu novos recordes em 2016, com o mais alto nivel nos últimos 800 mil anos, informa boletim divulgado pela WMO (World Meteorological Organization) nesta segunda-feira (30). Segundo a organização, o aumento nos níveis de concentração do gás nos últimos 70 anos não tem precedentes na história da humanidade.

As concentrações de CO2 são agora 145% mais altas que níveis pré-industriais (antes de 1750): elas atingiram 403,3 partes por milhão em 2016, ante 400,00 ppm em 2015, devido a uma combinação de atividades humanas e a uma forte presença do El Niño.

O aumento da concentração de CO2 e de outros gases com efeito estufa tem o potencial de iniciar mudanças significativas nos sistemas climáticos, levando a "graves interrupções ecológicas e econômicas", afirmou o relatório.

O crescimento da população, as práticas agrícolas, o aumento do uso da terra e o desmatamento, a industrialização e o uso de energia a partir de fontes de combustíveis fósseis contribuíram para aumentar as concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera desde a era industrial, a partir de 1750.

"Sem cortes rápidos nas emissões de CO2 e nas outras emissões de gases de efeito estufa, estaremos indo para aumentos de temperatura perigosos até o final deste século, muito acima do objetivo estabelecido pelo acordo de mudança climática de Paris", disse o secretário-geral da WMO, Petteri Taalas, em nota. "As futuras gerações herdarão um planeta muito mais inóspito", disse. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Uma pesquisa do instituto Ibope foi divulgada nesta segunda-feira (30) com índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018.

O Ibope ouviu 2.002 pessoas, em 143 municípios, nos dias 18 e 22 de outubro de 2017. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O nível de confiança da pesquisa divulgada nesta segunda-feira, segundo o Ibope, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

De acordo com o instituto de pesquisa, as perguntas nas quais a soma das porcentagens não totalizam 100% são decorrentes de arredondamentos ou de múltiplas respostas.

Pesquisa estimulada

Veja os resultados nos cenários estimulados, nos quais os pesquisadores apresentam uma lista de possíveis candidatos à Presidência:

>>> Cenário 1:

Lula (PT): 35%
Jair Bolsonaro (PSC): 13%
Marina Silva (Rede): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 5%
Luciano Huck: 5%
João Doria (PSDB): 4%
Ciro Gomes (PDT): 3%
Álvaro Dias (Podemos): 2%
Ronaldo Caiado (DEM): 1%
Chico Alencar (PSOL): 1%
Henrique Meirelles (PSD): 0%
João Amoêdo (Novo): 0%
Em branco/nulo: 18%
Não sabe/não respondeu: 5%

>>> Cenário 2:

Jair Bolsonaro (PSC): 15%
Marina Silva (Rede): 15%
Luciano Huck: 8%
Ciro Gomes (PDT): 7%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
João Doria (PSDB): 5%
Álvaro Dias (Podemos): 3%
Henrique Meirelles (PSD): 1%
Fernando Haddad (PT): 1%
Ronaldo Caiado (DEM): 1%
Chico Alencar (PSOL): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Em branco/nulo: 28%
Não sabe/não respondeu: 6%

G1




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Caiu em 6% o número de ocorrências registradas pelas forças de segurança do Brasil por posse, uso e tráfico de drogas em 2016 em relação ao ano anterior, de acordo com dados do 11º anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta segunda-feira (30). A queda maior foi nas ocorrências de uso e posse de drogas, que passaram de 140.313 em 2015 para 128.306 em 2016, redução de 8%. Já entre as ocorrências por tráfico, a queda foi de 4%.

O Distrito Federal é a unidade federativa que, proporcionalmente, mais registra ocorrência por posse e uso, proporcionalmente à sua população. Foi uma taxa de 202 ocorrências por 100 mil habitantes, muito acima do segundo colocado, Mato Grosso, com taxa de 120 casos por 100 mil pessoas. Ainda assim, houve queda de 17% nas ocorrências do tipo no DF em relação ao registrado no ano anterior -passaram de 7.301 para 6.037. (Folhapress)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 11:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Na primeira pesquisa Ibope voltada à disputa pelo Planalto em 2018, o apresentador de televisão Luciano Huck pontuou 5%, aparecendo, assim, empatado com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Huck também apresenta empate técnico com o prefeito paulista, João Doria (PSDB), que ficou com 4%. Isso quando o cenário da disputa é com o ex-presidente Lula.

Ainda antes que esse desempenho de Huck fosse testado na recente amostra, divulgada, no último domingo (29), pelo Jornal O Globo, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, chegou a oferecer a legenda ao apresentador para que ele possa concorrer à Presidência da República.

Freire, em entrevista à Folha de Pernambuco, confirmou ter conversado com Huck, que é padrinho do "Movimento Agora!", o qual pretende impactar a agenda pública e a ação política a partir de cidadãos comuns.

"Ele é parte desse movimento, mas nós ainda não definimos nosso presidenciável. A nossa ideia é tentar uma candidatura do campo democrático e formar uma frente que reforce esse propósito", explica. O PPS, conforme Freire, se afastará de candidaturas extremas "como Lula e Bolsonaro", com perfis "não democráticos".

Levando em conta o cenário da pesquisa Ibope sem Lula, o peso de Huck sobe. No páreo com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), Huck vai à marca dos 8%, ultrapassando os candidatos tucanos. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 10:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Motoristas de aplicativos de transporte individual de passageiros, como Uber, 99Pop e Driver Go!, participam, nesta segunda-feira (30), de uma mobilização nacional contra o Projeto de Lei Complementar (PLC) 28/2017, que será votado na próxima terça-feira (31) no Senado Federal. Todas as capitais do País terão atos nesta segunda para pressionar os senadores de cada Estado a votar contra o projeto.

A concentração terá início às 9h, na avenida Agamenon Magalhães, em frente ao Classic Hall, no Complexo de Salgadinho, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. O grupo seguirá em carreata às 11h para o Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio, na área central da capital, onde espera ser recebido pelo governador Paulo Câmara.
Segundo o diretor do Sindicato dos Motoristas de Transporte Individual de Passageiros por Aplicativo de Pernambuco (Simtrapli-PE), Thiago Silva, o projeto é nocivo aos motoristas e passageiros pois é uma proibição ao funcionamento dos aplicativos. "Eles querem enquadrar a categoria de transporte privado individual de passageiros na categoria de táxi. Ou seja, enquadrar carro particular em carro público, o que vai de encontro ao sistema de mobilidade global", afirmou. "Somos a favor da regulamentação, mas somos contra o PLC, pois é um projeto completamente distorcido", completou.

O grupo quer pressionar o governador Paulo Câmara a forçar a bancada de Pernambuco a votar contra o projeto. "Entramos em contato com o Palácio e a expectativa é de que o governador nos receba para conversarmos sobre a pauta", contou o diretor do sindicato. "Se eles aprovarem o projeto, podemos sacramentar a proibição dos aplicativos no Brasil", alertou Thiago Silva.

O diretor destaca a redução nos debates sobre o tema com a votação de urgência no Senado. "Com a aprovação, a discussão é significativamente diminuída, pois o que deveria passar por comissões temáticas e demoraria mais ou menos um ano e com muitas pessoas foi reduzido a uma semana", finalizou. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 30/10/2017 - 09:29:30  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0.0/5 (0 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



«Primeira «Recentes 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10 ... Antigas» Última»