TCU diz que 49% das cidades com o Mais Médicos perderam profissionais

Relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o Programa Mais Médicos afirma que houve redução de profissionais em ao menos 49% das cidades atendidas pelo programa ao longo do primeiro ano de funcionamento.

O documento constatou ainda casos de cidades que receberam bolsistas e tiveram aumento inferior ao esperado no quadro de funcionários.

Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, em apenas 3% dos municípios atendidos pelo Mais Médicos houve redução de profissionais. Além disso, ele afirma que o documento está desatualizado.

De acordo com o órgão de fiscalização, os números indicariam que prefeituras podem ter dispensado profissionais que atuavam pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e substituído as vagas por integrantes do Mais Médicos - ação condenada pelo governo federal.

Os técnicos do TCU analisaram o período de junho de 2013 a março de 2014. Baseado nisso, apontaram que em 161 cidades que receberam bolsistas houve redução de médicos.

O Mais Médicos foi criado em 2013 com o objetivo de aumentar o número de profissionais atuantes na rede pública de saúde em regiões carentes, permitindo a vinda de profissionais estrangeiros ou de brasileiros que se formaram no exterior sem a necessidade de revalidação do diploma. (G1)


Publicado por: Daniel Campos - 06/03/2015 - 18:00:00

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar

Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.21/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.2/5 (34 votos)

 

 

COMENTÁRIOS