"Não vamos esconder isso", diz Câmara sobre celulares em presídios

O governador Paulo Câmara reconheceu que há falhas internas e externas na segurança do sistema prisional do Estado, como a entrada de objetos ilícitos nas unidades prisionais, e afirmou que o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, continuará atuando na pasta para combater a entrada de drogas, bebidas e celulares nos presídios. A declaração foi dada durante a cerimônia de volta às aulas na Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Santa Ana, no bairro de Rio Doce, em Olinda, nesta quarta (3).

Na última terça (2), o secretário Pedro Eurico afirmou que divulga seu contato de celular nas cadeias e costuma receber ligações dos detentos. "Eu recebo ligações não só de presos, como de parentes, órgãos governamentais, juízes, promotores. Nós temos que trabalhar com informações e ouvir todos", revelou. O governador não comentou a declaração, mas reconheceu que a presença de celulares nas unidades prisionais é uma realidade. "Isso é um fato. Ele [Pedro Eurico] não vai esconder nem nós vamos esconder. O que nós vamos fazer é combater isso", frisou.

De acordo com Paulo Câmara, Pedro Eurico tem se esforçado para combater os problemas do sistema. "O secretário vai continuar fazendo seu trabalho, que é combater a entrada de celulares, drogas e bebidas", garantiu o governador. Em nota enviada na terça (2), o Estado informou que o secretário foi mal-compreendido ao dizer que fornecia o próprio número de celular aos detentos e que, na verdade, divulgou o contato para familiares dos presos. (G1)


Publicado por: Daniel Campos - 03/02/2016 - 20:00:00

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar

Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.15/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.1/5 (27 votos)

 

 

COMENTÁRIOS