Odacy sugere a Adalberto Cavalcanti elevar o nível do debate e não apequenar o processo eleitoral de Petrolina

Segundo a assessoria do pré candidato do PT a prefeito Odacy Amorim, o deputado federal Adalberto Cavalcanti, PTB, foi mais uma vez na imprensa de Petrolina-PE nesta segunda-feira, 27, usar de inverdades contra o ex-prefeito Amorim. Entre outros pontos, Odacy esclarece que em 22 anos de vida púbica, tem um padrão de vida equivalente a de um fiscal de renda do estado que ganha quase igual a um parlamentar estadual.

"Só sei que tenho como explicar o meu patrimônio em 22 anos de vida pública", frisou o parlamentar que completa afirmando que lamenta profundamente Adalberto Cavalcanti continuar com mentiras para denegrir sua imagem, tudo para confundir a cabeça das pessoas.

O deputado Odacy reiterou ainda que só foi prefeito 2 anos e quando saiu deixou Rajada, o distrito onde nasceu, saneada com uma lagoa de estabilização construída. Já em Afrânio os esgotos passam na frente das casas das pessoas e vão direto para o riacho que abastece a cidade e municípios vizinhos.

"O deputado está no comando de sua cidade há mais de 40 anos e os esgotos continuam jorrando em Afrânio", completou. Odacy, desmentiu mais uma vez a versão de traição que o petebista costuma inventar a seu respeito para justificar ter quebrado o acordo eleitoral em 2014 quando o acerto era para o petebista fechar apoio a Odacy em Petrolina e municípios do sertão do São Francisco e do Arairpe e Odacy buscar votos para Adalberto nessas bases.

Para o parlamentar do PT, o deputado Adalberto Cavalcanti precisa elevar o debate político em Petrolina. A disputa política pode e deve se manter num nível elevado, sem acusações ou insinuações infundadas no campo pessoal. "Vamos levantar o nível do debate. Não vamos apequenar o processo eleitoral de Petrolina", concluiu Odacy Amorim. (Ascom)


Publicado por: Daniel Campos - 28/06/2016 - 14:24:02

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar

Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.39/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.4/5 (33 votos)

 

 

COMENTÁRIOS