Diretor do Detran-MG diz que abriu processo administrativo contra si mesmo após denúncia de 120 pontos na CNH

O diretor do Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), o delegado César Augusto Monteiro Alves Júnior, disse que determinou, neste sábado (6), abertura de processo administrativo contra si próprio para apurar os 120 pontos na carteira de habilitação dele.

A pontuação foi revelada pelo Jornal O Globo nesta sexta-feira (5). Dos 120 pontos registrados, 44 são referentes a infrações cometidas em 2016, 30 em 2017, 16 em 2015 e 30 em 2014.

"Tão logo tomei conhecimento desses pontos, como diretor do Detran, já determinei, imediatamente, que se instaurasse procedimento administrativo contra mim para que apurasse as responsabilidades", disse o delegado.

Ao todo, são 26 infrações. Por 18 vezes, o diretor do Detran foi multado por ultrapassar o limite de velocidade em até 20%. Em três multas, a infração por velocidade entre 20% e 50% acima do permitido. Em outras quatro, o delegado foi multado por avançar o sinal vermelho, que é uma infração gravíssima. Há ainda uma infração por falta do uso do cinto de segurança.

A maioria das infrações por excesso de velocidade foi cometida nas rodovias Anhanguera e Dom Pedro I, em São Paulo. Outras multas foram registradas em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. (G1)


Publicado por: Daniel Campos - 07/01/2018 - 07:00:00

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar

Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.5/5 (4 votos)

 

 

COMENTÁRIOS