Daniel no Rádio




A rede social Facebook atingiu os 2 bilhões de usuários mensais no mundo, anunciou nesta segunda-feira (27) a empresa fundada por Mark Zuckerberg. "É uma honra estar nesta viagem", disse Zuckerberg numa mensagem, em que destacou que o Facebook está fazendo progressos para conectar o planeta. A informação é da agência EFE.

Os executivos da companhia Mike Nowak e Guillermo Spiller, indicaram em comunicado que o recorde não teria sido possível sem os "milhões de pequenas comunidades e indivíduos que compartilham e fazem contribuições significativas a cada dia na rede".

Os dois destacaram que 800 milhões de pessoas curtem postagens no Facebook todos os dias.
"Estamos emocionados de continuar construindo produtos que permitam que as pessoas se conectem com os outros, sem levar em consideração onde vivam ou que línguas falem", explicaram.

Nos últimos resultados financeiros divulgados, correspondentes ao primeiro trimestre de 2017, o Facebook declarou um lucro líquido de US$ 3,06 bilhões, uma alta de 76% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Enquanto segue se apoiando no seu robusto negócio publicitário, o Facebook está trabalhando nos últimos meses para melhorar sua plataforma e evitar a difusão de vídeos violentos ou de notícias falsas na rede. (ABr)




Publicado por: Daniel Campos - 02/07/2017 - 18:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.18/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.2/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Aprender a programar pode parecer uma tarefa desafiadora para pessoas de qualquer idade. Para incentivar toda uma nova geração e mostrar que a tarefa pode ser mais simples e divertida do que se imaginava, a Google resolveu se aliar à Warner e pedir que a criançada programe algumas cenas de ação e luta do filme do novo filme "Mulher Maravilha".

Em um primeiro momento, pode parecer uma mistura maluca demais para dar certo, mas, na verdade, se trata da continuação de um projeto bem bacana da Gigante das Buscas chamado de "Made with Code" (algo como "Feito com Código"). A ideia, aqui, é utilizar um tema popular e funções bem claras para ensinar conceitos básicos da programação.

Ao todo, o site oficial da iniciativa - infelizmente apenas em inglês - oferece três fases baseadas em cenas do longa-metragem e que podem ser completadas ao arrastar e ligar alguns blocos de código em um menu lateral. Basta conferir a posição da heroína, seu caminho no mapa e a distribuição dos inimigos para definir qual a ordem correta de ações e variáveis necessárias para o combate. Depois disso, é só dar Play para ver se a sua escolha foi a mais certeira.

Embora se trate de uma empreitada feita sob medida para meninas mais jovens e que trata bastante da questão do empoderamento feminino - também presente no filme da DC -, a brincadeira educativa pode ser apreciada também pelos meninos e por jovens e adultos de qualquer idade que não tenham muita familiaridade com o tema. Vale lembrar que, além de "Mulher Maravilha", a Google também já utilizou o filme animado "Divertida Mente" para alavancar seu programa de incentivo. (TecMundo)




Publicado por: Daniel Campos - 04/06/2017 - 16:03:42  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.67/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.7/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um novo ciberataque em grande escala para roubar moeda virtual afeta centenas de milhares de computadores em todo o mundo nesta quarta-feira (17), de acordo com especialistas em segurança cibernética. Após o ataque de sexta (12), especialistas descobriram um novo ataque vinculado ao vírus Wannacry, chamado Adylkuzz.

"Utiliza com mais discrição e para diferentes propósitos ferramentas de pirataria recentemente reveladas pela NSA e a vulnerabilidade agora corrigida pela Microsoft", afirmou o pesquisador Nicolas Godier, especialista em segurança cibernética da Proofpoint.

"Ainda desconhecemos o alcance, mas centenas de milhares de computadores podem ter sido infectados", disse à AFP Robert Holmes, da Proofpoint, o que indica que o ataque é "muito maior" que o WannaCry. (France Presse)




Publicado por: Daniel Campos - 17/05/2017 - 18:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.3/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O WhatsApp Status, recurso do app que permite postar imagens que somem em 24 horas, chegou ao Brasil na noite desta quarta-feira (22). A atualização estava disponível tanto em aparelhos Android como iOS.

Com a novidade, o Facebook faz do aplicativo de mensagens um novo concorrente do Snapchat, depois de já ter colocado o Instagram em rota de colisão com o app do fantasminha.

Os usuários podem compartilhar com os amigos fotos, vídeos e GIFs que se autodestroem em 1 dia. Esses conteúdos não são enviados nas mensagens e ficam armazenados na aba Status, que aparece no lugar da aba de Contatos. Basta tocar na foto de algum amigo para vê-los.

Um ícone de câmera também foi incluído na entrada do app para que os usuários possam produzir imagens de forma mais rápida, seja para publicar como Status ou para enviá-las diretamente a algum contato.

Também é possível editar essas imagens antes de publicá-las. Emojis, textos e palavras manuscritas podem ser incluídas. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2017 - 10:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.3/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Como são construídas empresas inovadoras que desbravam mercados até então inexistentes? Para responder a essa e outras perguntas, Mitch Lowe, presidente executivo do MoviePass e um dos executivos fundadores do Netflix, estará presente na Campus Party 2017 na próxima sexta-feira (3).

Neste ano, o evento de tecnologia, ciência e cultura nerd irá acontecer entre os dias 31 de janeiro e 5 de fevereiro, novamente no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Com mais de 25 anos de experiência na indústria de vídeos e locação, Lowe passou por diversas empreitadas que se tornaram referência em inovação.

Após participar da equipe responsável pela criação do Netflix em uma época em que o serviço de transmissão digital de conteúdo ainda enviava DVDs para seus assinantes, o executivo ainda passou pela Redbox, que oferece aluguel de filmes através de quiosques automáticos distribuídos pels EUA. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 29/01/2017 - 21:20:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.70/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.7/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Nove meses depois de proibir as operadoras de limitarem o acesso de seus clientes ao sinal de banda larga fixa, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) diz não ter intenção de reabrir o debate sobre a chamada franquia nos planos de internet. A afirmação foi feita nesta sexta-feira (13) ao G1 pelo presidente da agência, Juarez Quadros.

"Não há por parte do Ministério e também da Anatel nenhuma intenção de reabrir a questão", disse Quadros.

Ele destacou que a decisão cautelar que impediu o limite de acesso à banda larga fixa, tomada em abril e que continua em vigor, não tem prazo de validade. O presidente disse ainda que agência reguladora não pensa em alterá-la.

Quadros fez as afirmações um dia depois de o site "Poder 360" publicar uma entrevista com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab. Na entrevista, Kassab afirmou que a Anatel e o governo deveriam tomar uma decisão sobre a franquia nos planos de internet até o segundo semestre de 2017 e que os pacotes de acesso limitado voltariam a ser liberados.

Após a decisão de impedir o limite da banda larga fixa, a Anatel abriu uma consulta pública para tratar do assunto. A partir dela, deve definir uma regulamentação para a prestação do serviço. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 13/01/2017 - 17:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (6 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O WhatsApp ganhou uma atualização que levará videochamadas aos aplicativos que rodam no sistema Android. Uma versão piloto do programa com a nova função foi liberada nesta segunda-feira (24). Com a melhoria, o serviço instantâneo de bate-papo do Facebook passará a competir com o "Messenger", que também pertence à rede social, com o Skype, da Microsoft, e com o Duo, do Google.

Para usar o recurso, o usuário tem de instalar a versão 2.16.318, diretamente do site do WhatsApp via programa de testes do aplicativo. Como o programa não é baixado a partir da Google Play, é preciso autorizar que o Android permita sua instalação.

Antes de iniciar as chamadas de vídeo, é preciso ainda dar aval para que o app use o microfone e a câmera do celular.

O funcionamento pleno do novo recurso tem alguns empecilhos. Caso o destinatário da chamada não tenha a nova versão do aplicativo, a ligação não será efetuada. Uma notificação surgirá avisando que a ação não é possível.

As videochamadas já haviam sido liberadas, também em caráter de teste, para o Windows, da Microsoft. Uma vez liberados os testes, a atualização não deve demorar a chegar em caráter definitivo para o restante dos usuários do Android, Windows, bem como os de iOS, da Apple.

Recentemente, o WhatsApp ganhou outras atualizações, como a de mandar desenhos e GIFs, além da de incluir emojis, textos e desenhos em fotos enviadas a contatos.

As videochamadas podem reforçar as rusgas entre WhatsApp e operadoras telefônicas, que já reclamavam de o aplicativo permitir ligações telefônicas. O argumento é que o serviço do Facebook usa números telefônicos, administrados pelas empresas, para liberar as chamadas, mas não arca com todas as exigências regulatórias junto à Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) que essas companhas têm de arcar. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 25/10/2016 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.30/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Facebook divulgou que vai flexibilizar suas regras e passar a permitr a publicação de imagens mais explícitas e chocantes, desde que tenham valor informativo. "Vamos começar a permitir mais conteúdos que as pessoas avaliem ter um valor informativo, sejam significativos ou importantes para o interesse geral", informaram seus vices-presidentes Joel Kaplan e Justin Osofsky.

"Temos a intenção de permitir mais imagens e relatos, mas sem que representem um risco para a segurança ou exposição para menores e gente que não deseje vê-las", comentaram.

O Facebook foi alvo de críticas inúmeras vezes por suprimir conteúdos importantes por considerá-los chocantes. Na quinta-feira, a rede social tirou do ar um vídeo sobre a prevenção do câncer de mama publicado na Suécia, que explicava como as mulheres podem se autoexaminar para detectar nódulos.

Na sexta-feira, a empresa reconheceu que havia cometido um erro ao bloquear o vídeo da fundação sueca Cancerfonden. (Estado de Minas)




Publicado por: Daniel Campos - 23/10/2016 - 14:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.0/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Messenger, serviço de bate-papo do Facebook, já conta com cerca de 11 mil robôs, pouco menos de três meses após a rede social abrir a plataforma para desenvolvedores criarem os chamados "chatbots".

Eles são robôs que usam inteligência artificial para interagir com seres humanos por meio de mensagens.

Assim, podem desde pedir a entrega de uma pizza ou encomendar flores até dar informações sobre um voo e fazer o check-in de um passageiro. Tudo de forma automática.

A informação foi dada por David Marcus, líder da área de Messenger, que, nesta sexta-feira (1º), anunciou a inclusão de novos recursos aos "bots". Quase 23 mil desenvolvedores já se inscreveram para criar esse tipo de assistente pessoal.

Entre as novidades, está a que envolve as diferentes formas de interação que os "bots" poderão escolher daqui para frente para atender à solicitação de uma pessoa.

Eles poderão enviar GIFs, áudios, vídeos e até arquivos. Alguns, como o Poncho Weather, já mandavam GIFs em suas respostas.

Outra mudança é que os usuários do Facebook poderão dar notas aos "bots" e silenciá-los, da mesma forma como procedem com contatos inconvenientes. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 01/07/2016 - 21:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Usuários de banda larga fixa devem ficar atentos na hora de escolher um pacote e sempre perguntar se existe limite de franquia no plano da operadora, diz Rafael Zanatta, pesquisador de telecomunicações do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

Operadoras como Vivo e Net estão oferecendo conexão à internet por meio de planos com limites mensais -no caso da Vivo, de 10 Gbytes a 130 Gbytes.

Os novos contratantes da Vivo têm condições "promocionais" até 31 de dezembro deste ano, quando passa a valer o bloqueio. Contratos assinados antes das mudanças não serão afetados. Qualquer alteração ou melhoria no pacote resulta em um novo contrato, portanto, elegível ao novo modelo de cobrança.

A franquia de dados -prática comum na rede móvel- já existe quando se trata de banda larga. A Net, por exemplo, afirma que sempre trabalhou com o serviço, reduzindo a velocidade para a menor faixa disponível (1 Mbps) até o fim do mês, caso o plano seja ultrapassado. (Folhapress)




Publicado por: Daniel Campos - 14/04/2016 - 14:31:45  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.82/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Como parte do projeto sócio-assistencial realizado pela Prefeitura de Petrolina junto as famílias atendidas pelo Programa Federal Minha Casa, Minha Vida, a Secretaria de Habitação do município está atendendo cerca de 40 pessoas do Residencial Nova Petrolina através de um curso de informática.

As aulas que acontecem no Centro de Artes e Esportes Unificados na Praça dos Esportes e da Cultura do bairro Rio Corrente, são realizadas nas segundas e quartas-feiras durante três meses. Para o estudante Carlos Vitor Nunes Martins, 15 anos, o curso é uma oportunidade de melhorar nos estudos e conquistar o primeiro emprego. "Esse curso é importante para colaborar com meus estudos em pesquisas e realização de trabalhos, além de me possibilitar oportunidades de emprego", afirmou.

Após a conclusão do curso, todos os participantes receberão certificados da qualificação. "Os cursos profissionalizantes abrem portas importantes para a vida das pessoas que passam a estar capacitadas a disputar vagas no mercado de trabalho. Nosso objetivo é abrir oportunidade de que as pessoas estejam aptas a fazerem o que quiser e serem bons profissionais", afirmou o Prefeito Julio Lóssio.

O projeto social é realizado pela Prefeitura de Petrolina através da empresa Proatec, em parceria com o Ministério das Cidades e Banco do Brasil. (Ascom




Publicado por: Daniel Campos - 08/03/2016 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.64/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (14 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Não se assuste se as publicações no Facebook começarem a serem bombardeadas por carinhas amarelas com nomes engraçados como "Uau", "Amei" e "Grr". A partir desta quarta-feira (24), os usuários do Facebook no Brasil poderão fazer mais do que "curtir" um post na rede social. O site começa a liberar as "reações", botões em forma de emoji que expressam mais do que só a aprovação do "joinha".

Em inglês, os cinco novos botões se chamavam: "Love", "Haha", "Wow", "Sad" e "Angry". No Brasil, as "reações" passarão a ser "Amei", "Haha", "Uau", "Triste" e "Grr", respectivamente. "As pessoas vão ao Facebook para compartilhar todo tipo de coisa, coisas que as deixam felizes, tristes ou bravas", diz Sammi Krug, gerente de produto do Facebook, ao G1. A novidade será liberada gradualmente.

Em inglês, os cinco novos botões se chamavam: "Love", "Haha", "Wow", "Sad" e "Angry". No Brasil, as "reações" passarão a ser "Amei", "Haha", "Uau", "Triste" e "Grr", respectivamente. "As pessoas vão ao Facebook para compartilhar todo tipo de coisa, coisas que as deixam felizes, tristes ou bravas", diz Sammi Krug, gerente de produto do Facebook, ao G1. A novidade será liberada gradualmente. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 25/02/2016 - 08:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.92/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.9/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Apple indicou nesta sexta-feira (12) por quanto vai vender em sua loja virtual brasileira a capinha para carregar a bateria de iPhones em até 25 horas de conversação ou 18 horas de navegação no 4G. O acessório, que começou a ser comercializado nos Estados Unidos sem alarde em dezembro do ano passado, vai custar R$ 800 no Brasil.

No site, não há indicação de disponibilidade do produto, e a Apple não informou quando as vendas começarão.

Voltada a iPhones 6 e 6s, a capinha possui duas versões, uma branca e outra cinza. Nos EUA, é vendida por US$ 100 (R$ 400) e, no Reino Unido, por £ 80 (R$ 456).

Até então, as capas com a marca da Apple vendida no Brasil são convencionais. A empresa cobra entre R$ 250 e R$ 370 por elas. Na loja da empresa, porém, há também acessórios carregadores, mas fabricados por outras companhias, como a Mophie. Para estes, os preços ficam entre R$ 800 a R$ 1 mil.

Em dezembro, quando foi lançada em outros países, a capa recarregadora da Apple foi alvo de críticas de internautas, devido ao seu design. A bateria responsável pela carga extra foi posicionada na parte traseira do acessório, o que cria uma protuberância. Para carregar o iPhone, o case possui um conector Lightning.

Outra reclamação foi que a Apple solucionou o problema da bateria de seus celulares com um acessório, e não melhorando os componentes dos aparelhos. O desempenho do iPhone 5s, que funciona em repouso por até 10 dias sem novas recargas, foi mantido nos iPhone 6 e 6s. Nos iPhone 6 plus, essa capacidade foi ampliada para 12 dias, e no 6s plus, para 16 dias. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 13/02/2016 - 10:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A rede social Facebook obteve em 2015 resultados melhores do que o previsto, com um forte crescimento dos lucros, graças especialmente à publicidade móvel e a um aumento significativo dos usuários.

Segundo os resultados publicados nesta quarta-feira (27), os lucros do quarto trimestre cresceram mais do que o dobro, chegando a US$ 1,6 bilhão, o que significa 25% no ano todo.
O Facebook afirma que fechou 2015 com 1,59 bilhão de usuários, dos quais cerca de 65% acessam a rede social todos os dias.

As ações do gigante da internet subiam 7% nas negociações eletrônicas após o fechamento em Wall Street.

Cada vez mais a maior rede social da internet parece ter aprendido a monetizar melhor sua gigantesca audiência, o que se reflete em sua média de renda de US$ 3,73 por usuário no quarto trimestre.

No total, o volume de negócios aumentou 44% e chegou a US$ 17,9 bilhões no ano completo. No quarto trimestre, o aumento foi de 57%, com US$ 5,6 bilhões.

Em particular, o Facebook parece ter feito fortuna ao monetizar os recursos provenientes da publicidade móvel, que representa mais de 80% de seus ganhos.(France Presse)




Publicado por: Daniel Campos - 28/01/2016 - 16:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.30/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Facebook anunciou nesta quinta-feira (10) modificações para fazer o aplicativo funcionar até quando a internet está lenta ou não há qualquer conexão.

A primeira das novidades é em relação às postagens. Quando a internet móvel for precária, o app passará a exibir as publicações que já estão salvas no celular, mas não foram vistas pelo usuário.

Esse conteúdo será realinhado para que as histórias mais relevantes sejam exibidas primeiro. Com isso, o Facebook quer dar a sensação de estar sempre atualizado, em vez de mostrar os mesmos posts porque não há conexão para carregar novos.

"Nós também estamos testando melhorias para manter essas histórias atualizadas ao longo do dia ao recuperar novas histórias periodicamente quando você tiver boa conexão", informam os diretores de produto do Facebook, Chris Marra e Alex Sourov, em comunicado conjunto.

Outra alteração será sobre os comentários. Será possível fazê-los mesmo quando não houver sinal nenhum de celular ou de Wi-Fi. O aplicativo salvará esses conteúdos para postá-lo assim que houver conexão.

"Por exemplo, se você vir um post sobre o noivado de um amigo quando você estiver conectado à internet, você pode compor um comentário de congratulação e ele irá aparecer quando você estiver online novamente."

Essas novidades serão liberadas a todos os usuários de forma gradual. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 10/12/2015 - 14:30:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.59/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (17 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Selecionados para o programa Alpha do Web Summit, os gaúchos Marcos Borges, Ana Cecília Nunes e Fabio Daneze foram a Dublin, Irlanda, apresentar o aplicativo que desenvolveram em Porto Alegre. O Popin é uma plataforma que permite a troca de mensagens sem conexão com a internet. Disponível para iOS, a ferramenta funciona com bluetooth low energy - que consome pouca bateria.

O período na Europa, embora breve, serviu para networking. "Fizemos contato com pessoas que têm negócios semelhantes e com interessados nessa área de comunicação. Participar do Web Summit, depois de todo o processo de seleção, é um reconhecimento. Na questão estratégica, é muito importante a proximidade com grandes startups", destaca Ana Cecília, analista de negócios e marketing. Como prêmio, os participantes do programa Alpha ganham um um estande para expor seu projeto por um dia durante do evento.

A ideia que motivou a criação do Popin foi aproximar pessoas desconhecidas que estão perto umas das outras - dentro do raio de alcance do bluetooth. "As redes sociais são muito boas para conectar quem já se conhece. O app funciona em locais muito cheios, como estádios, ou sem sinal de internet, como metrô", diz Borges, designer e desenvolvedor.

O sinal de internet, aliás, só é necessário no primeiro login, feito a partir do perfil do usuário no Facebook. Depois disso, enquanto o Popin estiver sendo executado, o bluetooth basta. A paquera pode ser um de seus principais usos, mas a ferramenta também pode ajudar profissionalmente, facilitando a troca de contatos com o envio de cartões de visita. "Nós enxergamos alguns usos, mas as pessoas podem encontrar suas maneiras", comenta Ana Cecília. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 25/11/2015 - 17:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.92/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.9/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Professores, estudantes e profissionais da área de Ciência da Computação estiveram reunidos, na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), durante três dias em minicursos, maratonas, oficinas e palestras. O 15° Encontro Acadêmico de Informática (E-Info), que este ano discutiu as perspectivas de mercado para os profissionais da Tecnologia da Informação (TI), terminou na noite desta terça-feira (10) e foi considerado mais um sucesso de público.

A programação teve início no domingo (8), com a oficina de programação - em que os participantes trabalharam com automação residencial (forma de controlar sistemas e equipamentos de maneira mais prática e eficiente) - e a maratona de programação do curso de Ciência da Computação. Na competição, as equipes tinham que resolver o maior número possível dos problemas de programação apresentados.

Na abertura oficial do evento, o auditório da autarquia ficou lotado para a palestra do maior autor de videoaulas sobre linguagens de programação do mundo, professor Neri Neitzke. Na palestra, intitulada ‘Tecnologia e Mercado de Trabalho', o professor compartilhou sua experiência profissional e também presenteou a faculdade com exemplares das suas videoaulas, que agora estão disponíveis na biblioteca da autarquia.

No último dia do E-info, o público também prestigiou duas palestras sobre desenvolvimento de aplicativos e de jogos, com o analista de sistemas do Senai Cimatec, professor Rafael Neri, e Gustavo Melo, programador da empresa pernambucana Manifesto Games. Durante o encerramento, também foram anunciadas as equipes vencedoras da maratona de programação.

O E-info, que é organizado anualmente pelo Colegiado de Ciência da Computação, contou ainda com a participação de discentes e professores de outras instituições de ensino, além dos estudantes do curso de Gestão da Tecnologia da Informação (GTI) da Facape. O encontro fez parte da programação da Semana Universitária 2015, realizada em parceria pela Facape e Universidade de Pernambuco (UPE).

6ª edição do WESS

Como parte da programação do E-info, professores e alunos também prestigiaram a 6ª edição do Workshop de Engenharia de Software do Sertão do São Francisco (WESS). O evento é uma iniciativa do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para a Engenharia de Software (INES).

Durante a palestra, os docentes Ricardo Amorim e Thomas Rabelo apresentaram aos alunos diversas experiências de centros de pesquisa em tecnologia no exterior. Assuntos como dados analíticos de aprendizagem e ferramentas para coleta de dados na educação também foram discutidos no encontro.

"A ideia é proporcionar aos estudantes, ferramentas para ensino e aprendizagem contextualizadas. Ou seja, permitir ao aluno que acesse o conteúdo da disciplina, por exemplo, no local em que estiver", explicou Thomas. De acordo com o professor, a criação dessas ferramentas possibilita uma melhor assimilação do conhecimento. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 11/11/2015 - 17:17:47  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.80/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (15 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A nova-iorquina Mira Modi, de apenas 11 anos, encontrou uma maneira simples e fácil de lucrar com as fragilidades da segurança digital, ao começar a vender senhas "ultraseguras", mas fáceis de memorizar.

A garota não criou nenhum método inovador e apenas seguiu o conceito desenvolvido por Arnold Roinhold, chamado de Diceware, que utiliza dados, conceitos matemáticos e uma tabela com palavras preestabelecidas para a formulação de frases-chave praticamente invioláveis.

Uma senha está sendo vendida por apenas US$ 2 (cerca de R$ 7).

A americana resolveu criar um site próprio, onde o cliente solicita o serviço. Os códigos, com seis palavras cada, são escritos à mão e encaminhados aos clientes pelo correio.

Para garantir o segredo da senha, a garota recomenda que os clientes façam algumas mudanças no código recebido, seja colocando algumas letras em maiúsculas ou adicionando símbolos como exclamações. (Notícias ao Minuto)




Publicado por: Daniel Campos - 29/10/2015 - 16:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.06/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.1/5 (16 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A prefeitura de Petrolina, através da EPTTC-Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo lançará, na próxima quarta-feira (21), o aplicativo de monitoramento de ônibus desenvolvido para deficientes visuais, o CittaMobi Acessibilidade. O lançamento acontecerá no Sest/Senat, às 8h30.

CittaMobi Acessibilidade é gratuito e permite localização, por voz, de todas as linhas da cidade e avisa sobre pontos de embarque e desembarque. Com o objetivo de facilitar a acessibilidade de deficientes visuais o CittaMobi, prevê informações em tempo real do horários do transporte público desses usuários e ajudá-los no dia a dia.

O diretor presidente da EPTTC, Paulo Valgueiro, revela que o CittaMobi Acessibilidade, terá o áudio liberado no aplicativo, que informará o ponto de parada mais próximo, as linhas selecionadas pelo usuário pela voz.

"É um aplicativo de fácil manuseio. Para quem não enxerga é um auxílio essencial. É preciso sempre avançar. É uma aplicativo que garante mais cidadania e dignidade para as pessoas com deficiência visual'", diz Paulo Valgueiro.

O presidente da Associação de Deficientes Visuais e do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência, Paulo Cesár, avalia que o Cittamobi Acessibilidade é um avanço. "Considero mais um passo importante na garantia dos direitos, pois ganhamos mais independência e autonomia", afirma Paulo Cesar.

A ferramenta pode ser acessada pelo site www.cittamobi.com.br. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 15/10/2015 - 07:40:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.80/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (15 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O tempo que um ônibus do sistema de transporte coletivo de Petrolina deverá levar para chegar a um determinado ponto pode ser previsto, desde o início de setembro, através de um aplicativo. A ferramenta pode ser baixada gratuitamente (smartphones e tablets) e é denominada de CittaMobi.

Os passageiros tem considerado positivo o uso do aplicativo. A maioria dos usuários são trabalhadores, professores e alunos. Todos os 64 veículos que circulam na cidade já possuem instalado o dispositivo de localização, que atualiza para o usuário o tempo dos ônibus.

O monitoramento é possível pelo uso do sistema de GPS de última geração que envia as informações para um central de monitoramento, instalada na sede da EPTTC - Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo.

O CittaMobi é compatível para os aparelhos móveis e os passageiros podem checar também por meio do site a localização em tempo real dos veículos de cada linha. Ao abrir o aplicativo, o usuário é automaticamente posicionado no mapa da cidade, onde pode selecionar o ponto das linhas dos veículos desejado.

Após baixar o aplicativo, o usuário poderá escolher o ponto de ônibus em que estiver e visualizar quais linhas passam pelo local, qual o próximo veículo a passar, a hora da chegada e a duração do trajeto. Outra alternativa é escolher a linha de ônibus e ver em quais pontos ela passa e em quanto tempo chega o próximo carro na parada onde o usuário está.

"É um passo histórico para que o transporte de massa tenha mais qualidade, atraia as pessoas. Em um País cujo número de celulares já ultrapassa o de habitantes, estamos usando a tecnologia para fortalecer a cidadania. Trata-se de uma nova conquista", avaliou o diretor presidente da EPTTC, Paulo Valgueiro. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 29/09/2015 - 20:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.21/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.2/5 (14 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



«Primeira «Recentes [1] 2 3 4 5 ... Antigas» Última»