Daniel no Rádio



Antes de começar o julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Supremo Tribunal Federal, um dirigente petista fez um desabafo ao Blog com a atual composição de forças no STF.

"A ironia do destino é que hoje o PT está na torcida pelo ministro Gilmar Mendes e contra o ministro Luís Roberto Barroso", disparou.

Há forte contrariedade da cúpula do partido com algumas indicações dos governos Lula e Dilma. Além de Barroso, há desconforto com os ministros Luiz Fux, Cármen Lúcia e Edson Fachin. Na avaliação do PT, o voto da ministra Rosa Weber ainda é uma dúvida.

Entre as indicações do PT, integrantes da legenda só elogiam as posições dos ministros Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski.

"É consenso um arrependimento com as indicações. Lula e Dilma erraram nas indicações. O próprio Lula reconhece isso", disse ao Blog um parlamentar do PT. "E o pior é que depois que o ministro senta na cadeira, esquece que teve padrinho". (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 21:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.75/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.8/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



No Dia Mundial da Água, o prefeito Miguel Coelho anunciou uma excelente notícia para os moradores do Vale do São Francisco. Após uma análise realizada neste mês pela Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), foi registrado o aumento do nível de oxigênio nas águas do "Velho Chico", o que representa menos poluição e melhoria para o ecossistema da região. A notícia foi dada pelo prefeito, na manhã desta quinta (22), durante o ato de lançamento de 50 mil peixes na Orla I, em Petrolina.

Segundo a AMMA, o nível de oxigênio diluído nas águas do rio, no trecho da orla petrolinense, subiu de 8,1 mg/L para 10,9 mg/L, representando uma melhoria de 36% em relação à última avaliação ocorrida em maio do ano passado. É o segundo avanço significativo detectado pelo técnicos ambientais da Prefeitura, por consequência do programa Orla Nossa, que tem promovido a revitalização do Velho Chico. Na primeira comparação, em maio, o nível de oxigênio havia subido de um índice crítico de 1,3 mg/L para 8,1 mg/L. O resultado representa um alívio para o Rio São Francisco, já que o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) considera satisfatório um índice de 6,0 mg/L.

Miguel comemorou o bom desempenho na análise e garantiu que as ações do programa Orla Nossa serão intensificados no Velho Chico e suas margens. "De abril do ano passado para cá, estamos fazendo o maior programa municipal de preservação do Rio São Francisco. Saímos de uma condição crítica, melhorando em quase 800% a oxigenação das águas. Esses dados, portanto, mostram que valeu à pena o enorme esforço que tem sido feito. Mas é importante manter as ações e envolver as demais cidades e governos no processo de revitalização do rio e da mata ciliar".

Ao longo da manhã, além do anúncio da melhoria na qualidade da água do Rio São Francisco, a Prefeitura de Petrolina, Marinha, Univasf e Codevasf promoveram atividades em comemoração ao Dia da Água. Mais de 80 alunos de escolas municipais promoveram o repovoamento do Velho Chico com o lançamento de 50 mil alevinos de espécies nativas da Caatinga, como o piau e pacamã. "O São Francisco é um patrimônio que deve ser preservado para as próximas gerações. Envolver as crianças nesse processo de preservação é fundamental para que as ações que estamos fazendo atualmente sejam mantidas no futuro e a população abrace a proteção de nosso meio ambiente", defendeu o prefeito. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 20:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.64/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.6/5 (14 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Conselho Nacional de Trânsito, Contran, suspendeu por 60 dias o início da implantação do novo padrão de placas de veículos do padrão Mercosul. A decisão deve ser publicada no Diário Oficial desta sexta-feira.

As placas do padrão Mercosul foram anunciadas em dezembro de 2014. Elas já são usadas na Argentina, e deveriam ter entrado em vigor por aqui em janeiro de 2016. No entanto, o governo adiou duas vezes.

O prazo mais recente para o início da implantação das placas era 1º de setembro, conforme resolução publicada em 8 de março. (Auto Esporte)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 19:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.40/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.4/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Música instrumental ao ar livre e ao alcance de todos. A partir deste domingo (25), o projeto Parque Sonoro volta ao Josepha Coelho. Para abrir a temporada 2018, a tradicional Philarmônica 21 de Setembro, se apresentará a partir das 10h, com repertório especial de páscoa.

O Parque Sonoro é uma realização da Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE).

Segundo o secretário da pasta, Emício Junior, o Parque Sonoro faz parte do programa Arte ao Redor, que tem a proposta de levar a diversidade cultural a todos os lugares da cidade. "A intenção da Prefeitura de Petrolina é democratizar a cultura e ocupar os espaços públicos com as mais diversas manifestações culturais. Por isso, a presença da população é tão importante para nós e convidamos as pessoas a prestigiar a boa música aos domingos, ao ar livre no Parque Josepha Coelho", convida o secretário.

As próximas apresentações do Parque Sonoro acontecerão em abril, sempre aos domingos, às 10h. Confira a programação completa.

• 08/04 - Orquestra de Câmara Novos Talentos

• 15/04 - Orquestra Opus 68 - Instituto Federal do Sertão Pernambucano

• 22/04 - Camerata 21 de Setembro

• 29/04 - Philarmônica 21 de Setembro

(Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 18:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.08/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.1/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O fundador e diretor-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, afirmou na noite desta quarta-feira, em uma entrevista exclusiva à CNN, que "fará o que for necessário" para impedir a manipulação das eleições no Brasil, na escolha parlamentar nos Estados Unidos em novembro e em outras partes do mundo. Pressionado pelo escândalo do vazamento de dados de 50 milhões de pessoas da plataforma, que foram usados pela Cambridge Analytica na campanha de Donald Trump em 2016, Zuckerberg falou pela primeira vez à imprensa, em que admitiu seus erros.

- Nós temos um trabalho pesado para fazer para impedir a interferência de países como a Rússia nas eleições - disse ele, citando as eleições parlamentares de novembro nos Estados Unidos. - Temos uma grande eleição no Brasil, teremos outras grandes eleições pelo mundo, e estaremos muito comprometidos em fazer o que for necessário para ter certeza sobre a integridade destas eleições.

Em outra entrevista exclusiva publicada na noite desta quarta no site do "New York Times", Zuckerberg afirmou que, sem muito alarde, o sistema de controle da plataforma conseguiu impedir manipulações nas eleições especiais para o senador do Alabama. (O Globo)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 17:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.0/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Nesta quinta-feira (22) o quilo da abóbora comum está sendo vendido no Mercado do Produtor por R$ 0,90; o quilo da acelga o consumidor pode encontrar por R$1,50; o quilo do abacate é vendido por R$ 2,50; já o quilo da aipim/macaxeira por R$1,40 e o da goiaba está cotado a R$ 1,75.

De acordo com o setor de estatísticas da Autarquia Municipal de Abastecimento/AMA, o Mercado do Produtor é o quinto maior do Norte e Nordeste em volume e valor de negócios no país. Foi inaugurado em julho de 1984, começando o funcionamento administrativo em fevereiro de 1986.




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 16:02:50  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira (22), por 5 votos a 2, cassar o mandato do governador do Tocantins, Marcelo Miranda, e de sua vice, Cláudia Lelis, faltando poucos mais de nove meses para o fim do mandato. O presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS), deve assumir o governo até a realização de novas eleições dentro de até 40 dias.

Por 4 votos a 3, os ministros do TSE decidiram também pelo cumprimento imediato da medida, mesmo que a defesa dos políticos ainda possa entrar com embargos para recorrer contra a decisão.

Os políticos foram acusados pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) de abuso de poder econômico na campanha de 2014. Ambos teriam contraído um empréstimo supostamente fictício de R$ 1,5 milhão, feito pelo irmão de Miranda, mas os recursos foram destinados a abastecer caixa dois da campanha eleitoral do governador, segundo a denúncia. (ABr)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 15:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.45/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O diretor geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Eduardo Barata, disse nesta quinta-feira (22) que o apagão no Norte e Nordeste do país não significa fragilidade no sistema elétrico brasileiro.O incidente deixou 70 milhões de pessoas sem energia elétrica e se deu após uma falha na Subestação Xingu, no Pará, que distribui parte da energia produzida na Usina de Belo Monte.

"Apesar do distúrbio de ontem, temos absoluta convicção das condições de suprimento de energia no país", disse. "Quero deixar clara a nossa convicção de que o distúrbio de ontem não pode e não deve significar qualquer tipo de fragilidade no sistema".

Na visão do ONS, o sistema é "robusto" e dispõe de energia suficiente. Barata explicou que houve uma expansão na geração e transmissão de energia, enquanto o consumo ficou estável com a crise econômica dos últimos anos.

As causas do apagão devem ser conhecidas em até 15 dias, segundo Barata, que se reunirá com todas as empresas afetadas pelo apagão na próxima segunda-feira para a preparação do relatório de análise de perturbação. (ABr)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 14:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.09/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.1/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Com a ascensão do Governo Michel Temer, após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016, a oposição pernambucana ganhou um novo gás com abertura de espaços na Esplanada dos Ministérios. Foram cinco nomes do Estado contemplados: Mendonça Filho (Educação), Bruno Araújo (Cidades), Raul Jungmann (então na pasta de Defesa), Fernando Filho (Minas e Energia) e Roberto Freire (Cultura). Hoje, apenas Jungmann (hoje, ministro Extraordinário da Segurança Pública), Mendonça e Fernando continuam à frente das suas pastas.

No entanto, no próximo dia 5, dois dias antes do fim do prazo de desincompatibilização, Mendonça e Fernando deixarão os cargos para disputar as eleições. Na prática, as saídas acabam colocando um fim no grupo que ficou conhecido como G4 e "pernambuquério", causando rusgas com estados como Minas Gerais, acostumados a ter representatividade nacional. Freire não era considerado parte por fazer política em São Paulo.

O grupo se fortaleceu no Governo Temer e criou um projeto forte de oposição ao Governo Paulo Câmara. Dos pernambucanos, Roberto Freire foi o primeiro a deixar o ministério após escândalos atingirem o Governo Temer, no ano passado. Bruno Araújo deixou a pasta em seguida, quando perdeu o suporte do PSDB à sua indicação para o cargo e teve que ceder espaço ao PP. Já Raul Jungmann será o único que permanecerá no cargo até o final da gestão de Michel Temer. Ele assumiu a recém-criada pasta de Segurança, que virou vitrine do Executivo Federal.

Nas eleições deste ano, o G4 poderá testar, finalmente, a força do seu legado na Esplanada dos Ministérios nas urnas. A disputa pelo Governo do Estado é a maior aposta, mas antes é preciso que as lideranças definam as peças que vão compor o seu palanque. (Blog da Folha)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.56/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.6/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Faculdade UNINASSAU Petrolina está com inscrições abertas para novos cursos de pós-graduação nas áreas de gestão e saúde. Ao todo, são cinco cursos: Saúde do Idoso, Auditoria em Sistemas de Saúde, Nutrição Clínica, Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica e MBA em Gestão Comercial e Vendas.

A coordenadora de Pós-Graduação, Kelly Ferreira, frisa a importância da formação continuada para o crescimento profissional. "Todo profissional precisa buscar sempre novos conhecimentos para que possa agregar ainda mais valor à sua rotina produtiva. Os novos cursos permitem que a população tenha acesso a educação continuada de qualidade", frisou.

Os cursos têm duração de 18 meses e a inscrição pode ser realizada no site pos.uninassau.edu.br. Atualmente, já são 25 cursos, nas modalidades presencial e a distância, em diferentes áreas como gestão, saúde, educação, engenharia e outras. As informações são da assessoria.




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.80/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Agricultores familiares e criadores de pequeno e médio porte de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, estão podendo comprar milho por um preço mais barato. São previstos para o município o repasse de 8 mil toneladas do grão, no valor de R$ 33 o saco. Mas antes é preciso fazer o cadastro. Para isso, interessados devem procurar o Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf).

A opção de fazer o cadastro pelo sindicato da categoria é fruto de uma parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que realiza a distribuição do milho. Segundo a presidente do Sintraf, Isália Damacena, é necessária a apresentação de documentos pessoais, como RG e CPF, além da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e ser inscrito na Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro).

"Essa parceria deve facilitar a vida dos agricultores e criadores de animais de Petrolina, uma vez que o cadastro será feito pelo Sintraf de forma ágil e desburocratizada", disse. Isália ainda explica que os preços baixos, usados pela Conab para regular o mercado do milho, vai beneficiar principalmente as famílias mais carentes. "Há ainda a situação de que muitos agricultores não tiveram como plantar o milho e, se fizessem isso agora, só teriam a colheita em 120 dias", lembra.

A compra do grão é feita diretamente no depósito da Conab, no Porto Fluvial de Petrolina. Para se cadastrarem, os interessados devem ir à sede do Sintraf, na Rua da Simpatia, próximo à antiga Casa Rural, no centro da cidade. Outras informações pelo telefone (87) 3862.1664. (Assessoria)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 11:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.89/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.9/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Um volume de 7500 kg de carne de bode obtido por meio do Programa de Aquisição de Alimentos será doado a 1500 famílias de baixa renda em Petrolina. O material começa a ser distribuído, nesta quinta-feira (22), numa solenidade com a presença do prefeito Miguel Coelho, às 16h, na praça da Juventude - bairro João de Deus.

A ação é uma parceria da Prefeitura de Petrolina e com a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). Cada família cadastrada pela Central Única dos Bairros (CUBAPE) receberá 5 kg de carne de caprino. Serão contemplados, além da comunidade do João de Deus, moradores do Henrique Leite, Residencial Vivendas, Pedra Linda, Vila Vitória, Vila Esperança e Jardim Petrópolis.

A distribuição dos 7.500 kg de bode será feito até o início da próxima semana. A iniciativa faz parte de ações do Governo Federal para enfrentamento à fome e melhoria de condições de vida da população em vulnerabilidade social. As informações são da Ascom.




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 10:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.14/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.1/5 (7 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) desta quarta-feira (21) foi suspensa duas horas depois de iniciada devido a uma troca de acusações entre os ministros Luiz Roberto Barroso e Gilmar Mendes.

Barroso reagiu a uma fala de Gilmar Mendes, que criticava decisões do STF, sobretudo a que proibiu as empresas de doarem para campanhas eleitorais - a Corte discutia na sessão a proibição de doações ocultas.

Em determinado momento, Gilmar Mendes fez referência a decisão de 2016, na qual a Primeira Turma revogou a prisão preventiva de cinco médicos e funcionários de uma clínica de aborto. O voto que conduziu a decisão foi de Barroso.

"Claro que continua a haver graves problemas. [...] É preciso que a gente denuncie isso! Que a gente anteveja esse tipo de manobra. Porque não se pode fazer isso com o Supremo Tribunal Federal. ‘Ah, agora, eu vou dar uma de esperto e vou conseguir a decisão do aborto, de preferência na turma com três ministros. E aí a gente faz um 2 a 1", disse.

Depois disso, Barroso se insurgiu contra o pronunciamento do colega.

"Me deixa de fora desse seu mau sentimento, você é uma pessoa horrível, uma mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia. Isso não tem nada a ver com o que está sendo julgado. É um absurdo vossa excelência vir aqui fazer um comício cheio de ofensas, grosserias. Vossa excelência não consegue articular um argumento, fica procurando, já ofendeu a presidente, já ofendeu o ministro Fux, agora chegou a mim. A vida para vossa excelência é ofender as pessoas, não tem nenhuma ideia, nenhuma, nenhuma, só ofende as pessoas", declarou Barroso durante a sessão, transmitida ao vivo pela TV Justiça.

Após a fala de Barroso, a presidente do STF, Cármen Lúcia, anunciou que suspenderia a sessão, mas Gilmar Mendes rebateu o colega. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 09:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.33/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Recife vai usar mosquitos estéreis pra reduzir a população de Aedes aegypti, que transmite dengue, chikungunya e zika. A previsão é soltar os mosquitos estéreis no segundo semestre de 2018. Para avaliação da eficiência da tecnologia, três localidades da Zona Norte do Recife recebem a estratégia: Mangabeira, Morro da Conceição e Macaxeira, devido à alta incidência de casos de arboviroses, à demografia e à semelhança geográfica entre os locais.

Em cinco meses, os mosquitos estéreis podem reduzir em até 80% a população do Aedes aegypti. A tecnologia chamou a atenção da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), que pretende adotar a novidade em outros países. Nesta quarta (21), o chinês Dazhu Yang, diretor da agência, veio à capital pernambucana para entregar um certificado de excelência pela tecnologia, que é pioneira entre as capitais do Brasil, segundo a prefeitura do Recife.

Apesar disso, ainda falta a liberação de verbas para o projeto pelo Ministério da Saúde. Os mosquitos estéreis já tinham sido soltos em Fernando de Noronha, reduzindo em 34% o número de ovos viáveis do Aedes aegypti. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 08:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.89/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.9/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O governo deve anunciar nesta quinta-feira (22) um novo bloqueio de gastos no orçamento deste ano, segundo informaram integrantes da área econômica.

Até esta quinta, o valor a ser cortado ainda estava sendo definido pelos técnicos dos ministérios do Planejamento e da Fazenda.

O principal motivo é que o projeto de reoneração (alta da tributação) da folha de pagamento das empresas ainda não foi aprovado pelo Congresso Nacional.

No orçamento, o governo considerava que o projeto passaria pelo Legislativo em feverereiro, o que não aconteceu, e contava com uma arrecadação de R$ 7,8 bilhões neste ano.

Por isso, o governo terá de ajustar a peça orçamentária à nova realidade e incluir uma previsão menor de receita. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 22/03/2018 - 07:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.70/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.7/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Municípios de ao menos 14 estados do Norte e do Nordeste do país enfrentaram um apagão nesta quarta-feira (21): Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Também houve registro de falta de energia em São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal.

O problema foi registrado às 15h48. Em nota, o Operador Nacional do Sistema (ONS) informou que uma "perda de carga" causou o apagão. Ainda segundo o ONS, as causas do desligamento estão sendo investigadas, e as equipes trabalham para a recomposição dos sistemas. (G1)

 




Publicado por: Daniel Campos - 21/03/2018 - 19:09:33  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.27/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O vice-governador Raul Henry não perdeu tempo e já ingressou com uma representação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a dissolução do partido, realizada nesta terça-feira (20) pela Executiva nacional do MDB. O relator será o ministro Ricardo Lewandowski.

A ação contesta a decisão monocrática tomada pelo ministro Ademar Gonzaga. Segundo a ação, há Conflito de Competência, do diretório estadual. A defesa de Henry alega que o ministro do TSE "exorbitou de sua competência ao decidir uma matéria que não seria de atribuição da Justiça Eleitoral".

Para este processo no STF, Raul Henry e Jarbas Vasconcelos contrataram uma advogada de peso, a ex-ministra do TSE Luciana Lóssio. Ela é prima do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, que foi aliado do grupo jarbista. (Blog da Folha)




Publicado por: - 21/03/2018 - 15:01:57  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª região) marcou para segunda-feira (26) o julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra a condenação em segunda instância no caso do tríplex. Após a análise do tema, o juiz Sergio Moro poderá expedir um mandando de prisão contra o petista seguindo o atual entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal).

Em tese, os embargos de declaração (nome dado ao tipo de recurso apresentado pela defesa do petista) servem apenas para pedir esclarecimentos sobre a decisão, ou seja, não podem reverter a condenação que elevou a pena de Lula para 12 anos e um mês de prisão. (UOL)




Publicado por: Daniel Campos - 21/03/2018 - 14:29:29  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.0/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Neste ano, os candidatos que participarão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão 30 minutos a mais para fazer a prova do segundo dia, que reúne conteúdos de ciências da natureza e matemática. Segundo o edital da prova, publicado nesta quarta-feira (21) no Diário Oficial da União, os estudantes terão cinco horas para fazer a prova no segundo dia e cinco horas e meia no primeiro dia.

Assim como em 2017, neste ano as provas do Enem serão realizadas em dois domingos seguidos: nos dias 4 e 11 de novembro. A estrutura da prova também não mudou: no primeiro dia serão aplicadas as provas de Redação, Linguagens e ciências humanas, com duração de cinco horas e meia, e no segundo dia, as provas de ciências da natureza e matemática, com cinco horas de duração.

As inscrições deverão ser feitas das 10h do dia 7 de maio às 23h59 de 18 de maio deste ano.

A taxa de inscrição foi mantida em R$ 82. O pagamento deve ser feito entre os dias 7 e 23 de maio. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 21/03/2018 - 13:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.55/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O preço médio da passagem no Brasil ficou praticamente estável no segundo semestre de 2017, mesmo após a entrada em vigor da regra que permite às empresas aéreas cobrar por bagagem despachada, mostra levantamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

De acordo com os dados da agência, porém, a tarifa média cobrada no Brasil em todo o ano de 2017 foi de R$ 357,16, o menor valor desde 2011.

A cobrança por bagagem despachada começou a ser praticada em 1º de junho de 2017 e vem gerando polêmica.

A regra prevê a gratuidade apenas para o transporte de bagagens de mão, levadas dentro do avião, de até 10 kg. Acima deste peso, as empresas são autorizadas a exigir que a mala seja despachada e a cobrar pelo transporte dela.

Antes, o transporte da bagagem de todos estava incluído no valor da passagem, mesmo de quem não despachasse as malas.

Segundo a Anac, isso onerava passageiros que viajavam apenas com mala de mão, por exemplo. Os passageiros tinham direito a despachar um volume de até 23 kg nos voos nacionais e dois volumes de até 32 kg nos internacionais. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 21/03/2018 - 12:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.11/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.1/5 (9 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



«Primeira «Recentes ... 5 6 7 8 9 [10] 11 12 13 14 ... Antigas» Última»