Daniel no Rádio




Ação popular pede suspensão da reunião para discutir aumento de passagens

A Rede de Articulação Pela Mobilidade (Ramo) deu entrada em uma ação popular no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) pedindo a suspensão da reunião do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) marcada para esta sexta-feira (12), para discutir o aumento das passagens de ônibus no Grande Recife. A reportagem da Folha entrou em contato com o TJPE, mas ainda não recebeu um posicionamento oficial sobre o assunto.

Na reunião da sexta deve ser analisado o pedido do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) para um reajuste médio de 11,02% nas tarifas de ônibus da Região Metropolitana do Recife para este ano. O aumento depende de aprovação do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM).
Segundo o Centro Popular de Direitos Humanos (CPDH), integrante da Ramo, a medida cautelar é contra o CSTM, o Grande Recife Consórcio de Transporte (CTM) e a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe). A ação tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital. Na tarde desta quarta-feira (10) uma equipe do CPDH segue para o Fórum Joana Bezerra para tentar conversar com magistrados sobre a pauta. Eles aguardam uma resposta célere e positiva.

Caso a resposta seja negativa e a reunião aconteça, as organizações integrantes da Ramo prometem realizar um ato em frente à sede da Secretaria das Cidades, na Estrada do Barbalho, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife. No ato, eles querem promover um aulão para explicar a população sobre as formas propostas de reajuste pelo membros do Conselho. Até o momento o Governo do Estado não se manifestou sobre a proposta de reajuste. (FolhaPE)


Publicado por: Daniel Campos - 10/01/2018 - 11:42:19

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   

  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (3 votos)

 

 

COMENTÁRIOS