Daniel no Rádio



Bolsonaro fala em casamento com PSL

Depois de sair do PSC, prometer se filiar ao Patriota, e até colaborar para mudar o nome do partido para "PEN", o deputado federal Jair Bolsonaro terminou em namoro com o PSL. Num acordo relâmpago, o presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, anunciou, ontem, como o Blog da Folha anunciou em primeira mão, a pré-candidatura de Bolsonaro à Presidência da República, que veio a Recife somente para selar a aliança.

A filiação à sigla, no entanto, só será fechada durante a janela partidária, em março, para evitar que seu mandato seja cassado. E a candidatura terá o martelo batido em agosto, durante a convenção do partido. O anúncio pegou a todos de surpresa, causou um imbróglio interno no PSL e poderá ter reflexos negativos na base do governador Paulo Câmara (PSB).

De acordo com Bolsonaro, não havia garantia, no Patriota, de que iria à disputa pelo Planalto, o que motivou a saída. Segundo ele, a afinação com o PSL trouxe perdas e ganhos para ambos os lados. Para migrar à sigla, o deputado concordou em assumir uma das bandeiras de Bivar, a simplificação tributária.

"O que acontece é que Bivar está no partido pequeno. Dificilmente ele sobreviria à cláusula de barreira e eu, sem partido, não seria candidato. Então, estamos fazendo um casamento. Bivar, você vai casar com a Glória Maria. Vocês ganham e perdem também. Você vai querer jogar futebol e tomar cerveja todo dia, talvez ela não queira mais, então a gente ganha e perde", exemplicou, numa alusão às concessões feitas numa relação.

Mas esse "namoro-casamento", já nasce "estigmatizado". Após o anúncio, o movimento "Livres", ala do PSL pró-liberalismo político e econômico, decidiu abandonar a agremiação. Até mesmo Sérgio Bivar, que é filho de Luciano , e foi candidato a vice-prefeito do Recife na chapa de Daniel Coelho (PSDB) em 2016, também anunciou sua saída.

Por meio de nota, esses ex-aliados consideraram que a filiação se deu "à revelia" das diretrizes partidárias. O movimento Livres, que tem 152 mil seguidores no Facebook, havia sido incorporado ao PSL e chegou a comandar 12 diretórios estaduais. O movimento, inclusive, era visto como uma estratégia para repaginar a legenda. (Blog da Folha)


Publicado por: Daniel Campos - 07/01/2018 - 11:00:00

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   

  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.5/5 (4 votos)

 

 

COMENTÁRIOS