Daniel no Rádio



Papa pede em Encíclica que a humanidade aja para salvar o planeta

O papa Francisco pedirá a toda a humanidade para agir rapidamente para salvar o planeta, vítima de seus excessos, em uma encíclica muito aguardada e que será publicada na quinta-feira, a seis meses da conferência do clima em Paris.

Francisco designa claramente a mão do homem como o principal culpado pelo aquecimento global, de acordo com várias fontes que tiveram acesso a esta encíclica, uma mensagem expressando a posição do Papa sobre um tema atual, e destinada a todos os católicos.

"Esta encíclica terá um grande impacto. Francisco está diretamente envolvido como nenhum papa antes dele. Ele está animado com o que esta encíclica comunicará", afirmou Christiana Figueres, presidente da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC), em uma recente reunião em Bonn, na Alemanha.

De acordo com uma versão preliminar divulgada pelo jornal italiano L´Espresso, que o Vaticano não reconhece como oficial, o Papa considera ser essencial reduzir drasticamente as emissões de dióxido de carbono e outros gases altamente poluentes.

Ele também faz um apelo, de acordo com esta versão do texto, em favor de acordos que estabeleçam as responsabilidades dos Estados que devem pagar o custo mais elevado da transição energética.

Estas declarações farão hesitar alguns conservadores americanos "céticos do clima", que garantem que o aquecimento global é resultado apenas de causas naturais. O Papa se junta a maioria dos especialistas que afirmam a complexa complementaridade das duas causas: natural e humana.

De acordo com os trechos vazados, o Papa também acredita que a propriedade privada continua sujeita à destinação universal dos bens, observando que o homem não é Deus, mas recebeu de herança a terra.

Esses vazamentos, reproduzidos por parte da imprensa mundial, irritaram muito o Vaticano, que excluiu indefinidamente o jornalista do L´Espresso que publicou o texto.

No texto final e oficial, o Papa lembrará "a responsabilidade de todos pelas gerações futuras", pedindo coragem antes da conferência a ser realizada em dezembro, em Paris, segundo a revista italiana Civiltà Cattolica, cujos textos são revisados pelo Vaticano. (AFP)


Publicado por: Daniel Campos - 16/06/2015 - 22:00:00

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   

  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.46/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (37 votos)

 

 

COMENTÁRIOS