Daniel no Rádio




Pernambuco terminou o ano de 2017 com uma taxa de desempregados de 17,6%, o segundo maior resultado do resultado do país, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) trimestral divulgada nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estado ficou atrás apenas do Amapá, com 17,7%.

O Brasil fechou o último ano com uma taxa 12,7% de desocupados, maior que os 11,5% do ano anterior. No 4º trimestre, que vai de outubro a dezembro, o país teve 11,8%.

No terceiro trimestre, Pernambuco havia sido o estado com a maior taxa de desocupação, com 17,9%. Comparando o terceiro com o quarto trimestre, houve uma redução da taxa - no quarto trimestre, o estado registrou 16,8% de desempregados. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 20:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.25/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.3/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira, 23, que no decreto de intervenção na segurança do Rio de Janeiro há salvaguarda na questão de julgamento dos militares. Segundo Temer, o objetivo dos militares é dar apoio aos policias, mas "se houver confronto entre um marginal, um bandido armado e um militar, ele não vai deixar a segurança ficar impune". "Esperamos que não aconteça. Se houver necessidade e for necessário é para partir para o confronto", destacou Temer, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Segundo Temer, o julgamento de militares, conforme prevê a Lei, acontecerá na justiça militar e destacou que o papel deles é de apoio. O presidente disse que o interventor vai comandar a polícia militar, a civil e terá também à disposição as Forças Armadas. "Não significa que só as forças armadas vão operar", afirmou, reiterando que as forças armadas "estarão preparadas para essa administração".

O presidente fez questão de ressaltar que a ideia da intervenção não é agredir os Direitos Humanos e salientou que no ministério da área está sendo criado um grupo para acompanhar as ações no Rio. "Se não me engano, no Ministério Publico também vão acompanhar", afirmou.

Temer citou que nesta sexta-feira o general Braga Netto pediu que mais de 3 mil militares afastados voltem a executar as suas funções. "Já é um grupo que vai voltar para a ação da segurança pública. Isso tudo é fruto da intervenção", declarou.

Sobre o monitoramento em comunidades carentes, Temer disse não se tratar de ocupação e sim de "inspeções". "Tenho certeza que apoiadas pelos moradores das favelas", afirmou. "O que não se podia suportar mais é crianças morrendo com balas perdidas, jovens, soldados e as escolas fechadas", exemplificou. (Estadão)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 18:51:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.43/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.4/5 (7 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Faltava trabalho para cerca de 26,4 milhões de brasileiros no quarto trimestre de 2017, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) trimestral divulgada nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Esse número representa os trabahalhadores subutilizados no país, grupo que reúne pessoas que poderiam trabalhar, mas estão desocupadas, e aqueles que trabalham menos de 40 horas semanais.

O índice de subutilização atingiu 23,6% da força de trabalho no quarto trimestre de 2017, uma queda em relação trimestre anterior, de 23,9%, mas ainda acima do registrado no mesmo período do ano passado, de 22,2%.

Veja o que são considerados trabalhadores subutilizados e quantos estavam nessa condição no 4º trimestre de 2017:

12,3 milhões de desempregados: pessoas que não trabalham, mas procuram empregos nos últimos 30 dias;
6,5 milhões de subocupados: pessoas que trabalham menos de 40 horas por semana, mas gostariam de trabalhar mais;
7,3 milhões de pessoas que poderiam trabalhar, mas não trabalham (força de trabalho potencial): grupo que inclui 4,3 milhões de desalentados (que desistiram de procurar emprego) e outras 3 milhões de pessoas que podem trabalhar, mas que não têm disponibilidade por algum motivo, como mulheres que deixam o emprego para cuidar os filhos.
Segundo o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, a população de trabalhadores subutilizados tem "praticamente um perfil único" por conta, sobretudo, das dificuldades inerentes ao ingresso no mercado de trabalho.

"Os jovens, dadas as dificuldades e barreiras deles se inserirem no mercado de trabalho - falta de experiência, falta de qualificação. Isso também vai abranger um maior contingente da população preta e parda, que também tem maior dificuldade de se inserir por conta da formação e da qualificação e pela falta de experiência." (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 17:51:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.57/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (7 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   






Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 16:51:26  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.60/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (5 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Acompanhe aqui a cotação diária de todos os produtos comercializados na maior Central de Abastecimento do Norte/Nordeste e a quinta maior do país em volume. O preço do aipim está R$1,60 o quilo; a batata doce está custando R$1,07 o quilo; já a cenoura está cotada por R$45,00 o saco com 20 quilos.

Mais de 3 mil pessoas transitam diariamente pelo Mercado do Produtor de Juazeiro. A produção agrícola da região decorre de vários projetos de irrigação de pequenas e médias empresas, e da agricultura familiar do município.





Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 15:51:42  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.80/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.8/5 (5 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Acaba de ser lançado em todas as plataformas musicais o novo cd da dupla Jorge e Mateus e nele a música Menina Maluquinha do poeta e compositor Manuca Almeida e parceiros, Zeider Pires , Ivo Mozart , Tato Cruz e Marcelo Mira. Manuca, que faleceu no dia 11 de novembro de 2017,  sabia da gravação do CD que tinha previsão de lançamento para outubro deste ano, mas teve a data antecipada porque a dupla resolveu lançar também um dvd chamado TERRA SEM CEP. A dupla Jorge e Mateus hoje é considerada uma das maiores do sertanejo, Terra Sem CEP" é o oitavo DVD da dupla e tem lançamento pela ÁudioMix Records e Som Livre.




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 15:10:07  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O presidente Michel Temer afirmou nesta sexta-feira (23), em entrevista à Rádio Bandeirantes, que uma intervenção federal total no Rio de Janeiro chegou a ser cogitada. Mas, segundo o presidente, ele descartou a hipótese por ser uma "coisa muito radical". Ele também disse que a medida não tem objetivo eleitoral e ressaltoou que não será candidato à reeleição.

O decreto de intervenção federal na área de segurança do estado do Rio foi assinado há uma semana. Com isso, o comando das polícias civil e militar e do corpo de bombeiros passou, até o dia 31 de dezembro deste ano, para o comando do general do Exército Walter Sousa Braga Netto.

As outras áreas da administração estadual continuam a cargo do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). Se fosse realizada a intervenção total, Pezão seria afastado.

"Cogitou-se num primeiro momento [intervençaõ total], mas logo afastei a ideia. Seria uma coisa muito radical e logo refutei. Ficamos com a conclusão que deveríamos intervir na área de segurança pública", afirmou o presidente. "Foi uma conversa que tivemos, mas logo foi descartada", enfatizou.

Ele ressaltou que a medida foi tomada em acordo com Pezão e que se trata de uma intervenção federal e "civil".

Temer foi questionado sobre a possibilidade do uso de mandados coletivos de busca e apreensão nas ações no Rio de Janeiro. Nesse tipo de mandado, as buscas são autorizadas não para um endereço específico, mas para uma localidade mais ampla, como uma rua inteira ou um bairro todo.

A ideia chegou a ser levantada dentro do governo nesta semana, mas teve forte reação de setores que consideram os mandados coletivos um risco para as garantias constitucionais. Segundo Temer, esse tipo de mandado será analisado "caso a caso".

"Isso aí será caso a caso. Em casos extremos, se houver amparo legal. Reconheço que a Constituição diz que a casa é asilo inviolável do indivíduo. Vai depender muito da avaliação que em casos determinados se dará", disse Temer. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 13:38:34  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.57/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (7 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Internautas comentam que um raio caiu nas imediações da Avenida 7 de Setembro, em Petrolina, na manhã desta sexta-feira (23), e que devido o incidente houve uma queda de energia em bairros da cidade. A informação está circulando pelas redes sociais, até o momento não há informações por parte da Celpe.


 




Publicado por: - 23/02/2018 - 13:03:38  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.5/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O governo federal publicou nesta quinta-feira (22) o decreto que destrava recursos de R$ 18,4 bilhões para empréstimos a empresas do Nordeste e em cidades mais pobres de Minas Gerais e Espírito Santo.

O dinheiro estava preso, pois faltava a regulamentação para cobrança das taxas de juros dos financiamentos com recursos dos fundos constitucionais. A Folha de S.Paulo informou nesta terça-feira (20) que a ausência do decreto travava a liberação dos empréstimos. O montante represado pertence ao Fundo Constitucional do Nordeste (FNE), que é operado pelo Banco do Nordeste.

No final de dezembro, o governo federal trocou, assim como ocorreu como BNDES, a antiga Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) pela Taxa de Longo Prazo (TLP) para os fundos constitucionais. Aos empréstimos dos fundos, como o FNE, deve ser aplicado o Coeficiente de Desequilíbrio Regional (CDR), que leva em consideração a diversidade econômica e social das diferentes regiões do país.

Para que o dinheiro dos fundos pudesse ser emprestado faltava a regulamentação do governo explicando como seria a sistemática de atualização do CDR. Com o decreto publicado hoje, o governo federal determinou que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) "adotará as providências necessárias" para o cálculo e a divulgação do coeficiente.

O decreto assinado pelo presidente Michel Temer; pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, deu prazo de 30 para que o IBGE calcule o CDR que será aplicado nas operações contratadas entre o início deste ano e 30 de junho. (FOlhapress)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 08:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.14/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.1/5 (7 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O presidente Michel Temer provou que está vivo e voltou a receber sua aposentadoria de promotor do Estado de São Paulo. Em comunicado, a São Paulo Previdência (SPPrev), responsável por administrar o pagamento do benefício, informou que o presidente fez o recadastramento anual obrigatório e que os pagamentos foram regularizados.

Para evitar fraudes, o recadastramento deve ser feito pelo próprio beneficiário, anualmente, no mês do seu aniversário, em qualquer agência do Banco do Brasil ou em uma das unidades de atendimento da SPPrev. O órgão não informou quando e onde o presidente fez a "prova" que está vivo e alegou que se trata de "informações pessoais".

O benefício de Temer havia sido interrompido em novembro do ano passado. Em setembro, o presidente completou 77 anos. Em valores brutos, ele tem direito a R$ 45 mil pelo benefício previdenciário. Mas, para se adequar ao teto do funcionalismo, que é de R$ 33,7 mil, o valor líquido fica em R$ 22,1 mil. A SPPrev informou que o pagamento dos meses em que o benefício ficou suspenso foi realizado em folha suplementar, incluindo os retroativos devidos. (Estadao)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 07:00:00  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.5/5 (4 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A pré-candidata ao Palácio do Planalto Marina Silva (Rede) seguiu uma agenda apertada nesta quinta (22) em sua passagem pelo Recife para participar da filiação e do lançamento da pré-candidatura a governador de Pernambuco do ex-prefeito de Petrolina Júlio Lóssio.

Ao contrário de outros presidenciáveis como Lula, Geraldo Alckmin e Ciro Gomes, que mantiveram contato com Paulo Câmara e Geraldo Julio (PSB), Marina preferiu não cumprir nenhum compromisso oficial com o partido do qual foi aliada no pleito de 2014. Ao mesmo tempo, ela foi ao bairro de Dois Irmãos visitar Renata, viúva do ex-governador Eduardo Campos. "Foi uma visita pessoal. Quando vou a Porto Alegre, procuro Pedro Simon (PMDB). Quando vou a São Paulo, encontro Eduardo Suplicy (PT). E, quando venho ao Recife, vou ver Renata Campos", destacou.

À noite, Marina e Júlio Lóssio participaram de um seminário da Rede, no Praia Hotel, no bairro do Pina, onde também foi concedida coletiva à imprensa. Entre outros temas, a presidenciável comentou que enfrentará dificuldades em relação ao guia eleitoral, no qual, de acordo com as novas regras, não poderá participar de debates e irá contar com apenas dez segundos de tempo de exibição caso se confirmem as saídas da Rede de Alexandre Molon (RJ) e Aliel Machado (PR), que negociam a ida para o PSB. "Estamos dialogando com outros parlamentares", adiantou Marina.

Ela brincou sobre a grande quantidade de candidaturas, dizendo que não se pauta em função dos adversários e, sim, na defesa de propostas. "Quanto mais estrelas no céu, mais claro o caminho", resumiu. Ela admitiu ainda que se arrepende do apoio oferecido a Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições de 2014 e destacou que "nem Dilma nem Aécio mereciam os votos dos eleitores", lamentando o fato de que partidos que são adversários em outros campos venham se unindo para sabotar a Operação Lava Jato.

Lóssio assinou o documento de filiação, agradeceu a honra de disputar as eleições no mesmo partido que Marina e afirmou que vai visitar todos os municípios de Pernambuco a fim de formular um plano de governo. Ele criticou o governador Paulo Câmara, classificando seu governo como "sofrível", e disse que seus dois principais focos serão a Educação e a Segurança.

Sobre a vinda de outros parlamentares pernambucanos para a Rede, Lóssio preferiu não se aprofundar, mas afirmou que, como Marina é a terceira colocada nas pesquisas de opinião, durante a janela eleitoral (período em que a mudança de partido é permitida e que vai de 1º de março a 6 de abril) "muita gente vai vir atrás dela". (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 23/02/2018 - 01:05:40  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.67/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.7/5 (3 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O deputado estadual Lucas Ramos (PSB PE) debutou seu primeiro mandato forrado de votos e credenciais que tem a autenticação de suas origens e vida orgânica dentro da militância socialista pelas ruas de Petrolina e do Recife também.

Uma vez empossado, este deputado sertanejo com suficiente oxigenio metropolitano, impôs sua personalidade e tomou posições bem claras de protagonismo e divergências dentro da própria legenda. Nestes quatro anos, Lucas Ramos disputou espaços democraticamente e até mobilizando todas as suas forças contra a hegemonia do núcleo Fernando B. Coelho onde houvesse um interesse socialista, somando sua atitude de lealdade ao governador Paulo Câmara, como membro influente do seu núcleo palaciano até às importantes medidas de caráter partidário e legislativo dentro da Assembléia.

Presidindo comissões de coloração humanitária, em defesa de minorias e proclamando a autoestima das diversidades antropológicas e sociais. Lucas Ramos também integrou a luta em favor do Rio São Francisco e dos interesses indígenas. Na sua pauta, a autonomia da CHESF e a garantia das proridades com os serviços essenciais da água e da luz. Dezenas de fóruns e debates destes seus três anos e dois meses em incursões pelo Pernambuco todo.

Lucas Ramos não confirma mas as bases de sua organicidade política que inclui prefeitos e vereadores por todo o Estado desenha a possibilidade da sua candidatura agora a deputado federal. Num momento de incertezas sociais e do emprego, somando -se á instabilidade econômica e política em Brasília, a pauta da rua pede renovação de nomes e endereços. Lucas deverá absorver este sentimento de indignação e mudança. Certamente que "a linha do Equador no traço de Brasília" conforme a poesia com "luz das estrelas" de Djavan, vai lhe dirigir um novo caminho.

ESCREVEU, Marcelo Damasceno. Repórter de Petrolina PE.




Publicado por: Daniel Campos - 22/02/2018 - 16:15:12  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 4.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4.0/5 (5 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Acompanhe aqui a cotação diária de todos os produtos comercializados na maior Central de Abastecimento do Norte/Nordeste e a quinta maior do país em volume. O preço da abóbora comum nesta quinta-feira (22) está R$0,75 o quilo; o tomate está custando R$1,83 o quilo; já o quilo do abacate custa R$ 2,60; a cenoura está cotada por R$40,00 o saco com 20 quilos e a batatinha, o consumidor pode encontrar por R$1,90 o quilo.

O Mercado chega a comercializar 80 mil toneladas/mês, e em valores reais, de R$65.000.000,00 a R$70.000.000,00 /mês. O entreposto comercializa para todo o Brasil e é de grande importância para Juazeiro, gerando 6.000 empregos diretos e indiretos, através da agricultura irrigada. Além de 1.200 comerciantes, o Mercado conta com vários produtores e 1.300 pontos de comercialização entre boxes, módulos, paletes e pedras. Em média circulam 6.000 caminhões por mês carregando 14 toneladas de produtos.




Publicado por: Daniel Campos - 22/02/2018 - 15:55:31  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (6 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A partir deste ano em Pernambuco, fica decretado o dia 6 de março como feriado oficial em alusão à Data Magna do Estado. Antes, o pernambucano comemorava a data histórica no primeiro domingo do mês de março, como ponto facultativo.

A nova Lei, de autoria dos deputados Isaltino Nascimento (PSB) e Terezinha Nunes (PSDB) foi aprovada em junho de 2017, oficializando o dia como mais um feriado a nível estadual. A data marca o início da Revolução Pernambucana de 1817, considerado o primeiro movimento pela Independência do Brasil.

Por ano, Petrolina para por cinco dias devido aos feriados municipais, outros 15 em respeito às datas oficiais do estado, e mais oito dias por conta dos feriados nacionais. Os impactos na economia, sobretudo no comércio de rua são muitos e preocupam ainda mais este ano pela quantidade de feriados que caem em dias úteis.

Para o presidente da CDL Petrolina, Manoel Vilmar, o feriado vai afetar diretamente o comércio varejista. "O período entre o Carnaval e a Semana Santa é um momento muito difícil para o lojista, e mais um feriado atrapalha esse momento que é de recuperação. Nós respeitamos a Data Magna do Estado por tudo que ela representa para a nossa história, porém, ela sempre foi comemorada em um dia que não afetava a nossa economia. Agora, com essa nova Lei, teremos um dia de trabalho a menos", protestou o Presidente.

A entidade informa ainda que não tem como calcular precisamente os impactos ocasionados pelo novo feriado estadual. Mas, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), no ano passado o varejo no país deixou de lucrar R$ 1,5 bilhão, por feriado. Para 2018, a estimativa de perda para o comércio com os feriados em todo o país é de R$ 22 bilhões. (Ascom)




Publicado por: Daniel Campos - 22/02/2018 - 14:22:38  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.50/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.5/5 (8 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



As prisões brasileiras têm uma média de 7 presos por agente penitenciário. É o que mostra um levantamento do Monitor da Violência com base nos dados mais atualizados dos 26 estados e do Distrito Federal. São mais de 686 mil presos sob a custódia de 98 mil agentes em todo o país.

O Monitor da Violência é resultado de uma parceria do portal de notícias G1 com o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

A proporção mínima desejável é de um agente para cinco presos, segundo uma resolução de 2009 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Ela foi baseada na proporção média dos países europeus e tem o objetivo de servir de critério para a análise dos projetos encaminhados pelos estados ao Ministério da Justiça para a construção de unidades penais com recursos da União. De acordo com a pasta, a norma continua válida hoje. (G1)




Publicado por: - 22/02/2018 - 13:07:07  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (6 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



A Porta Voz Nacional da Rede Sustentabilidade e pré-candidata à Presidência da República, Marina Silva, chega ao Recife, nesta quinta-feira (22), para participar de uma Plenária com os filiados da REDE no estado e prestigiar a filiação do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, ao partido. O evento será realizado no Recife Praia Hotel, no bairro do Pina, a partir das 18h30, e terá como pauta a conjuntura e o processo eleitoral de 2018. A presidenciável também concederá entrevista coletiva à imprensa, no mesmo local.

De acordo com Clécio Araújo, Porta Voz estadual da REDE, Marina Silva vem cumprindo um roteiro de visitas aos estados com o objetivo de debater com a militância e com lideranças da sociedade a articulação de um projeto de desenvolvimento sustentável, que possa viabilizar saídas para a grave crise política e econômica por que passa o país.

"A superação dessa grave crise passa pela credibilidade de quem vai conduzir o Brasil, a partir de 2019. Entre os pré-candidatos à presidência, Marina se destaca por sua postura ética, pela sua competência administrativa e pela sua experiência política, referendadas por mais de 22 milhões eleitores, em 2014. A população está cansada de tanta corrupção e vai apostar em uma nova forma de se fazer política. Marina reúne todas as condições para fazer o resgate da boa política e para colocar o país nos trilhos do desenvolvimento sustentável. Em Pernambuco, a pré-candidatura de Júlio Lóssio, ao Governo do Estado, também vai fortalecer esse projeto", prevê Clécio Araújo. (FolhaPE)




Publicado por: Daniel Campos - 22/02/2018 - 11:54:33  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (5 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, revelou ao blog nesta quarta-feira (21) que o presidente Michel Temer sugeriu um imposto exclusivo para financiar a segurança pública.

A conversa entre eles ocorreu no sábado, no Palácio Guanabara, no Rio. "O presidente disse: Rodrigo, que tal pensarmos em um imposto só para a segurança pública? Eu disse: presidente, é inviável. O decreto inviabiliza proposta de emenda à Constituição".

Ao blog, Maia afirmou ser contra aumentar impostos e disse que, se o governo quiser, terá de fazer por decisão do Executivo, sem passar pelo Legislativo.

"O governo que corte ministérios e reduza despesas públicas. Querem dinheiro para financiar o caos na segurança pública, mas não sabem o que fazer. Eles têm, por exemplo, dentro do IOF espaço para mexer em alíquota. Só estou dando um exemplo. Porque não é no Congresso que eles vão resolver isso, é uma decisão do Executivo", afirmou Maia. As informações são do Blog da Andrea Sadi.




Publicado por: Daniel Campos - 21/02/2018 - 18:01:28  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.60/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.6/5 (10 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



Quem pretende fazer as compras nesta quarta-feira (21) no Mercado do Produtor, em Juazeiro vai encontrar o quilo da abóbora comum por R$ 0,80; o quilo do abacate essa semana está com preço menor custando R$ 2,80; a caixa do morango sai por R$15,00; o quilo do coco verde é vendido por R$ 0,40; o quilo da maçã nacional custa R$ 3,61 e o quilo da melancia R$ 0,50.

O Mercado chega a comercializar 80 mil toneladas/mês, e em valores reais, de R$65 milhões a R$70 milhões /mês. O entreposto comercializa para todo o Brasil e é de grande importância para Juazeiro, gerando 6.000 empregos diretos e indiretos, através da agricultura irrigada. Além de 1.200 comerciantes, o Mercado conta com vários produtores e 1.300 pontos de comercialização entre boxes, módulos, paletes e pedras. Em média circulam 6.000 caminhões por mês carregando 14 toneladas de produtos.




Publicado por: Daniel Campos - 21/02/2018 - 16:07:23  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.08/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.1/5 (12 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira (21) que o presidente Michel Temer (MDB) usa a intervenção militar no Rio de Janeiro para "se cacifar" na eleição deste ano.

"Ele inventou a questão da segurança. Está pensando com isso em se cacifar para ser presidente", disse Lula, ressaltando que a pauta da segurança pública tem apoio da população enquanto a Reforma da Previdência não tinha.

"Jogaram na nossa cabeça pra discutir intervenção e segurança pública. O povo quer segurança, mas o Exército não foi feito pra isso".

Lula disse ainda que Temer "quer pegar os votos" do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), presidenciável ligado às causas de segurança.
"Temer quer tentar entrar no jogo", disse.

Lula visitou o acampamento Maria da Conceição, do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), em Itatiaiuçu (MG), a 60 km de Belo Horizonte. O ex-presidente estava acompanhado do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), e de deputados e dirigentes petistas. (Folhapress)




Publicado por: Daniel Campos - 21/02/2018 - 15:52:30  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 3.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3.0/5 (11 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



O Brasil fechou 2016 com 116 milhões de pessoas conectadas à internet, o equivalente a 64,7% da população com idade acima de 10 anos.

As informações são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), divulgada nesta quarta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No fim do ano passado, O IBGE já havia liberado uma Pnad Contínua, mas com enfoque em dados sobre domicílios. Ela indicava que 63,3% das casas brasileiras possuíam acesso, além de mostrar a presença de TVs, telefones e geladeiras nos lares das pessoas.

O suplemento de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), divulgado nesta quarta, trata, por sua vez, informações como quantas pessoas estão conectadas à internet e aparelhos mais usados para acessar a rede. (G1)




Publicado por: Daniel Campos - 21/02/2018 - 11:49:24  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 1.71/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1.7/5 (7 votos)

 

Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   



«Primeira «Recentes [1] 2 3 4 5 ... Antigas» Última»