Daniel no Rádio



Vereador de Petrolina sai em defesa do PMDB estadual

Por meio de nota enviada à imprensa, o vereador e líder da oposição Paulo Valgueiro teceu duras críticas ao saber que um integrante do diretório municipal do PMDB de Petrolina havia protocolado junto ao PMDB Nacional um pedido de dissolução da Executiva Estadual de Pernambuco.

Surpreso, Valgueiro, que também é presidente do partido no município, afirmou seu total apoio ao PMDB estadual e acredita que o atual assessor especial da gestão atual, Orlando Tolentino, além de participar como secretário do governo do ex-prefeito Julio Lossio, não tem legitimidade para tal pedido, uma vez que "decidiu romper o acordo recíproco assumido com os demais pré-candidatos e migrou para apoiar o candidato do PSB, militando contra o PMDB". 

Leia a nota completa:

"Diretório Municipal do PMDB de Petrolina manifesta seu apoio irrestrito ao Diretório Estadual

Foi com muita surpresa que o Diretório Municipal do PMDB de Petrolina recebeu a notícia de que um dos seus filiados havia protocolado junto ao PMDB Nacional um pedido de dissolução da Executiva Estadual de Pernambuco.

Maior surpresa foi saber que a argumentação utilizada no pedido foi o não crescimento do Partido em Pernambuco.

Cabe informar à Direção Nacional que nas últimas eleições o PMDB de Pernambuco apresentou um importante crescimento em número de prefeitos eleitos, vice-prefeitos e vereadores e que esse crescimento teve a contribuição do Diretório Estadual de Pernambuco.

Mas um outro registro precisa ser feito. Se teve alguém que não contribuiu em nada para o crescimento do Partido foi, exatamente, o Sr. Orlando Tolentino. Contrariando os princípios democráticos, Tolentino, que por oito anos foi secretário do governo de Julio Lossio, não tendo sido escolhido pelo grupo como o candidato a prefeito de Petrolina, decidiu romper com o acordo de apoio recíproco assumido com os demais pré-candidatos e migrou para apoiar o candidato do PSB, militando contra o PMDB.

Assim sendo, um filiado ao PMDB que milita na campanha de um candidato de outro partido, não pode ter legitimidade para opinar sequer no seu Diretório local, muito menos no Diretório estadual.

Imaginem se cada um dos filiados de um partido político, ao ter seus interesses pessoais contrariados, resolver pedir a dissolução dos seus diretórios. Certamente, todo dia teremos um diretório dissolvido.

Assim sendo, o Diretório Municipal do PMDB de Petrolina vem prestar total e irrestrita solidariedade ao Diretório Estadual de Pernambuco que sempre respeitou as decisões locais, o que só fortaleceu o espírito democrático do PMDB, como deve ser.

Da mesma forma, esperamos que a Executiva Nacional repense as suas decisões e mantenha incólume o Diretório Estadual de Pernambuco, respeitando a história de luta do nosso Presidente Estadual, Raul Henry, e do Deputado Federal Jarbas Vasconcelos, sempre em prol do crescimento e fortalecimento do Partido em níveis municipais, estaduais e federais, respeitando os princípios democráticos que norteiam o PMDB desde a sua criação, ao tempo em que reiteramos o apoio ao Diretório Estadual de Pernambuco.

Paulo Valgueiro

Vereador do PMDB e Líder da Oposição

Presidente do Diretório Municipal do PMDB de Petrolina"


Publicado por: Daniel Campos - 14/09/2017 - 09:28:24

 


Comentários(0)  Imprimir  Compartilhar   

  
Gostou dessa matéria?
  • Currently 2.14/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2.1/5 (22 votos)

 

 

COMENTÁRIOS